Com duas unidades recém-abertas, Empório Ana Toscano abre 3ª loja em novembro

Depois de anos à frente do Villa Borghese e da Confeitaria Francesa, ela abriu pontos do empório em setembro na Asa Sul e no Sudoeste

atualizado 19/10/2021 15:35

Foto: Reprodução/Facebook

Cinco décadas de experiência na cozinha tornam a empresária e chef Ana Toscano uma referência da gastronomia brasiliense. Depois de muitos anos à frente do Villa Borghese e da Confeitaria Francesa, ela abriu as portas do Empório Ana Toscano em setembro na Asa Sul e no Sudoeste. Agora se prepara para inaugurar a terceira unidade do empreendimento em novembro, desta vez no Gilberto Salomão

O novo empreendimento de Ana Toscano surgiu após um período sabático permitido pelo fechamento do Villa e venda da Confeitaria. “Tirei um tempo para cuidar do jardim e viajar”, conta ao Metrópoles. Mas ela revela que sentiu falta de fazer algo mais e resolveu embarcar no novo projeto. “Achei que o ritmo lento não dava para mim.”

0

Agora ela comanda duas unidades do Empório e se prepara para inaugurar mais uma loja na próxima quinzena. Por lá, os clientes encontram receitas que marcaram os restaurantes da chef, como tomate seco e grissinis. 

Mas a aposta principal são os pratos congelados, que prometem entregar a mesma qualidade de um preparo feito na hora.

“Minha intenção é mostrar que o congelado é o novo fresco”, define Ana. 

Para todas as horas

No Empório, os clientes vão encontrar pratos queridinhos dos brasileiros, mas também alguns clássicos repaginados. Entre as opções estão arroz de bacalhau (R$ 39), cuscuz paulista (R$ 27), estrogonofe de filé (R$ 35) e fricassê de frango (R$ 29). 

Mas o menu conta também com toques especiais da chef nas receitas, como feijoada de grão-de-bico (R$ 32) e galinhada metida à besta (R$ 29). Além disso, o petit gateaut, que ela faz há 24 anos, e biscoitinhos tradicionais, como casadinhos, estarão disponíveis. 

É quase Natal

Ao Metrópoles, Ana Toscano adianta que já começou os preparativos para o Natal. Entre as escolhas para o fim de ano estão as tradicionais rabanadas que fizeram sucesso na Confeitaria Francesa. “Ano passado nos surpreendemos e vendemos uma tonelada de rabanadas”, revela a chef. Na época, ela operava uma lojinha que distribuía produtos para restaurantes e apostou na venda do doce no fim de ano. 

Além da delícia clássica de Natal, Ana terá também outras duas sobremesas à venda para as festas: tiramissu e quindão. Na linha de pratos salgados, ela vai oferecer três opções frescas, entre elas o arroz de bacalhau.

rabanada com doce de leite
Foram 400kg de rabanadas vendidas no Natal e 600kg no Ano-Novo de 2020

Mais lidas
Últimas notícias