*

A Vai Té Chá, lojinha de chás a granel fornecedora de diversos cafés brasilienses, vai finalmente ganhar casa própria. O estabelecimento será inaugurado ainda em maio, na loja da antiga Casa Quilha (716 Norte), café brasiliense que fechou as portas no início de 2019. Chefiado por Fábio Pedroza, o lugar promete ser um ponto de encontro para os aficionados da bebida.

“Eu trabalho com microlotes. Tenho muitas opções diferentes para as pessoas experimentarem, vai desde o chazinho de sachê que comprei em uma feirinha no interior da Espanha até o ultra premium vencedor de campeonatos chineses, feito por uma família que produz chá há quatro gerações”, descreve Pedroza, que estima ter entre 250 e 300 variedades da bebida em seu estoque, a maioria vinda da China e de Taiwan.

A casa vai abrir com a proposta de funcionar durante a tarde e o começo da noite. No serviço, chás quentes e gelados, alguns servidos dentro da tradição chinesa: utiliza-se menos água para a extração da bebida, com a possibilidade de se realizar múltiplas infusões em um recipiente com capacidade de 70ml a 90ml.

Para os mais aventureiros e curiosos, Pedroza reserva uma novidade, o chá gaseificado. “A pessoa vai poder pedir o procedimento para qualquer item do menu. Trabalhamos com carbonatação forçada: eu pego a bebida pronta, gelada, e adiciono o gás carbônico. Para quem não gosta do aspecto ácido e fermentado de uma kombucha, vale provar”, adianta o empresário.

Raimundo Sampaio/Divulgação

A Vai Té Chá tem previsão de inauguração da loja para a segunda quinzena de maio

No menu, quitutes de família, como o biscoito de queijo da avó de Fábio. “Ela não tinha a receita anotada, sabia tudo de cor. Pedi para ela fazer para mim e fui pesando, anotando, e cheguei à fórmula”, lembra o brasiliense. Outra comidinha que o empresário adiantou ao Metrópoles é o bolo de limão: “Vai ficar uma delícia com chá preto”.

“Eu não quis que fosse um restaurante com mil opções no cardápio, ou com receitas muito complexas. O foco não é a comida, ela vai acompanhar o chá”, adianta Pedroza, que também não quer focar na venda de chás a granel: seu objetivo é criar experiências para aqueles que o visitam. A previsão é inaugurar a casa no próximo domingo (19/05/2019), em sistema de soft opening. Os horários serão divulgados nas redes sociais da Vai Té Chá.