Bar Beirute lamenta morte do garçom Arleudo, vítima da Covid-19

Arleudo Siqueira, 54 anos, estava internado há uma semana e não resistiu a uma nova parada cardíaca

atualizado 24/06/2021 12:14

O Bar Beirute lamentou em suas redes sociais, nesta quinta-feira (24/6), a morte do conhecido garçom Arleudo Siqueira, que faleceu, aos 54 anos, em decorrência da Covid-19.

“Arleudo representou esse crachá com muita autenticidade. Saiu do Arabeske e foi acolhido no Beirute. Boa parte da sua vida foi construída na calçada da 109, atendendo a todos com a sua alegria peculiar”, começa o texto.

“Foram momentos maravilhosos juntos, mas nada comparável a satisfação quando ele tomou a primeira dose da vacina […] Fique em paz, grande parceiro. Que Deus ilumine a sua querida família e vamos continuar firmes na nossa caminhada. Profundos sentimentos de toda a equipe e família Beiruteana!”, completa.

0

Arleudo estava internado no Hospital São Mateus, no Cruzeiro, há uma semana, mas acabou não resistindo a uma parada cardíaca. Ele tinha três comorbidades que agravavam o quadro clínico: hipertensão, diabetes e obesidade.

Uma vaquinha que estava sendo realizada para arcar com as despesas da internação será usada para ajudar no funeral do querido garçom. Quem quiser ajudar pode fazer transferências via Pix para Raiane Santos. A chave é (61) 99128-2420.

Veja a publicação:

Mais lidas
Últimas notícias