A bebida do momento: 6 lugares para tomar um delicioso chá em Brasília

O preparo milenar está fazendo sucesso na cidade pelo sabor e os benefícios à saúde

Raimundo Sampaio/Esp. MetrópolesRaimundo Sampaio/Esp. Metrópoles

atualizado 12/07/2019 19:07

O inverno brasiliense está mais rigoroso: temperaturas de 5ºC foram registradas na cidade. Por conta disso, pratos quentes têm feito muito sucesso nos restaurantes – até mesmo, cervejas especiais com alto teor alcoólico passaram a conquistar o paladar do Distrito Federal. Agora, uma outra bebida começa a ganhar força: chegou a hora do chá.

A milenar bebida quente, muito consumida na cultura oriental, caiu no gosto dos brasilienses, por conta de seus benefícios à saúde e o sabor suave. Antes de tudo, é preciso uma diferenciação: chá e infusão não são a mesma coisa. O primeiro é feita à base da planta camellia sinensis, enquanto a segunda pode ser produzida por diversas ervas (por exemplo, camomila, erva-doce etc).

Raimundo Sampaio/Esp. Metrópoles
Chá está em alta entre os brasilienses

O chá pode ser encontrado em seis tipos: verde, branco, amarelo, oolong, preto e escuros (pu-erh). A combinação de sabores, métodos e ingredientes tendo como base um deles forma diversos novos sabores. Tornando a bebida ainda mais aconchegante, nesse período de baixas temperaturas.

Templo do chá

O mundo dos chás encantou Fábio Pedroza, a ponto de ele decidir empreender. O músico, que integrava a banda Movéis Coloniais de Acaju, abriu ao lado da sócia Daya Sisson a Vai Té Chá: o estabelecimento opera há pouco mais de um mês na 716 Norte.

O espaço na W3 Norte parece de fato um templo de adoração ao chá. Nas estantes, produtos de diversas origens: marcas brasileiras e importadas, além de vários apetrechos dedicados ao preparo da bebida. “São coisas que fui garimpando em viagens e material de muita pesquisa”, conta.

Na casa, é possível comprar os produtos em porções de 20 gramas – o preço varia de R$ 20 a R$ 150, a depender da opção. Lá, o cliente também pode tomar uma xícara – enquanto tem uma verdadeira aula sobre a história da bebida e seus incríveis sabores. A bebida (240ml) sai a R$ 12 (normais) e R$ 15 (métodos especiais).

No cardápio, sanduíches como o 3 queijos quentes (pesto de baru, tomatinhos confit e pão de leite – R$ 20). Uma opção doce é o waffle de abóbora, chai e coco (R$ 10), servido com geleia da estação. Fábio está sempre à disposição para indicar uma harmonização.

Hora do brunch

Uma dos pioneiros em Brasília, a Vincent Casa de Chá investiu nessa bebida bem antes de ela ser cool – há seis anos, o estabelecimento ocupa a comercial da 409 Norte. “Somos um dos pioneiros, viemos para mudar essa noção de que chá é um remédio”, brinca a proprietária Camila Sampaio.

A carta de chá tem 24 opções, entre produtos da Tea Shop e criações próprias de Camila. O bule de 200ml sair por R$ 10, o de 600ml, R$ 25. O chá gelado, opção muito procurada na época da seca, custa R$ 15 (300ml).

No cardápio, o destaque fica para o combo (R$ 36), que inclui scones, bolos, croissants e outros quitutes. Tudo acompanhado por um bule pequeno.

Chá das 5!

Em Brasília, a Rainha Elizabeth II poderia, tranquilamente, degustar um autêntico chá da tarde inglês. No The Queen’s Place (116 Sul), a aposta para seduzir os clientes é o Royal Afternoon Tea (R$ 99, servido das 15h às 18h).

Divulgação

A estrela do combo, o chá, chega è mesa companhado de bolos (limão com merengue, red velvet e cenoura), minisanduíches e os amados scones (bolinhos ingleses adocicados). Tudo seguindo a pontualidade e a tradição britânica.

Café com chá!

Fábio Pedroza acredita que as casas de café especial abriram portas para os chás. “Como o pessoal investe em produtos de qualidade, passaram a trazer chás de alto nível e popularizaram a bebida”, avalia.

A aposta do empresário parece certa. No Rapport Café (201 Sul), a bebida tem local garantido na carta elaborada por Fabiana Braga. As nove opções de chá quente (200ml) saem a R$ 14. A versão gelada (300ml) custa R$ 14.

Divulgação
Chá é uma das apostas da casa especializada em café

“Eu vi crescer muito o interesse pelo chá. Começamos aos poucos, com opções enxutas e hoje apostamos no preparo”, conta a empresária. Para acompanhar, ela sugere os croissants (feitos pelo francês Daniel Briand), que por R$ 7 chegam escoltados por geleia ou manteiga.

No Gentil Café (410 Sul), a bebida também se faz presente. Os quentes (150 ml) custam R$ 10 – a versão gelada sai por R$ 12. Ao todo, são seis opções: um oolong, um chá-verde, um preto, um branco e uma infusão com arbustu sul-africano.

Praticidade

O sucessos dos chás entre os brasilienses exigiu a praticidade. A Moncloa (Shopping Iguatemi e Brasília Shooping) vende latinhas de 45g do produto – além de vários apetrechos. O valor varia de acordo com sabor.

Divulgação
Chá de cacau da Moncloa é um dos mais pedidos no inverno

Um dos mais procurados do inverno é o Cacao Shell (chá com cascas de cacau), que custa R$ 49,90. “Nesta época de frio, os produtos com especiarias, como gengibre e canela, fazem sucesso”, conta Raquel Barbosa, dona das lojas em Brasília.

Outra opção é o Toronto Nights (chá branco, verde, capim-limão, laranja-doce, canela e amêndoas), ao preço de R$ 45,90. Quem preferir algo mais refrescante, Raquel recomenda o frutado Apfeltraum (chá misto de maçã, abacaxi, papaia e manga – R$ 57,90).

Serviço

Gentil Café
410 Sul, Bloco B, Loja 36. (61) 3546-8651. De segunda a sexta, das 12h às 20h; sábado, das 9h às 18h

Moncloa
No Iguatemi Brasília (SHIN CA 4 I Lago Norte I Brasília-DF). (61) 3037-1333. De segunda a sábado, das 10h às 22h; domingo, das 14h às 20h. (61) 3037-1333
Brasília Shopping (Asa Norte). De segunda a sábado, das 10h às 22h. Domingo, das 14h às 20h

Rapport
201 Sul, Bloco B, Loja 9. (61) 3322-0259. De segunda a sábado, das 12h às 23h

The Queen’s Place
116 Sul, Bloco C, Loja 21. (61) 3879-0096. Todos os dias, das 7h às 22h

Vai Té Chá
SCLRN 716, Bloco F, Loja 47. (61) 98135-7575. De quarta a domingo, das 15h às 20h

Vincent Casa de Chá
CLN 409, Bloco A, Loja 39. (61) 3201-1214. De segunda à sexta, das 15h às 21h. Sábado, das 9h até 20h – brunch servido até as 14h

Últimas notícias