Testemunha que diz ter visto MC Kevin pedir socorro nem estava no Brasil

O músico português Fernando Jimmy chegou a conceder entrevistas, em agosto, relatando briga do funkeiro com amigo na varanda de hotel no RJ

atualizado 19/10/2021 16:41

MC KevinReprodução/Instagram

Rio de Janeiro – Uma testemunha que afirmou ter visto o cantor Kevin Nascimento Bueno, o MC Kevin, pedir ajuda a um amigo antes de cair da varanda de um hotel pode estar mentindo. A Polícia Federal confirmou aos investigadores que apuram a morte do funkeiro que a testemunha nem estava no Brasil na ocasião.

O cantor caiu da varanda de um hotel na orla da Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, em maio deste ano. A testemunha é o músico português Fernando Jimmy Junior, que chegou a conceder entrevistas afirmando ter visto o artista ser incentivado a pular da sacada do edifício.

De acordo com reportagem do Extra, o músico foi indicado para depor pelo advogado de Bianca Dominguez, que foi contratada para passar a noite com Kevin no hotel e também é modelo fitness. Fernando garantiu ter visto o MC pedir socorro a Victor Elias Fontenelle, o MC VK.

0

“Deu a entender que o MC VK estava incentivando o Kevin a se pendurar naquele local e que o Kevin largou a mão direita e ficou somente apoiado com a esquerda. E ali deu claramente para ouvir o que ele estava a dizer. Ele estava a pedir que o VK ajudasse ele. Ele gritou mesmo que deu para ouvir de onde eu estava”, relatou no Domingo Espetacular, da TV Record, em agosto.

Advogado citou português

O nome de Fernando Jimmy surgiu a partir de uma petição feita pelo advogado Danilo Garcia de Andrade, que defende Bianca Dominguez, que estava com o funkeiro e amigos no quarto de hotel. O defensor apresentou detalhes que teriam sido lembrados pela modelo fitness, após seu depoimento oficial na 16ª DP (Barra da Tijuca).

O defensor lista 115 momentos lembrados por Bianca. Em um deles, a jovem relatou que, pouco antes da queda de Kevin, ela mantinha relações sexuais com o funkeiro na varanda.

A defesa, no entanto, alega que houve uma briga “acalorada” e “com gestos bruscos” entre MC Kevin e MC VK. O motivo seria a possibilidade de a mulher do funkeiro, a advogada Deolane Bezerra, hospedada na suíte 1305 do mesmo hotel, estar chegando ao quarto 502.

Os dois estariam em pé, indo para a varanda, e o desentendimento teria motivado o funkeiro a passar as pernas pelo parapeito.

Mais lidas
Últimas notícias