Éramos Seis: Julinho pressiona Lola para vender a casa da família

Disposto a se tornar sócio de Assad, o rapaz deixa a mãe numa saia-justa

atualizado 17/03/2020 11:02

Divulgação

Em Éramos Seis, Lola (Gloria Pires) vai ser surpreendida por um pedido de Julinho (André Luiz Frambach) que a deixará atônita: vender a casa da família para que ela lhe dê o dinheiro e ele possa se tornar sócio de Assad (Werner Schünemann).

Pressionado por Soraia (Rayssa Bratillieri), que propõe a ele falar com a mãe para vender a casa da família e obter dinheiro para se associar a seu pai, Julinho desembarca em São Paulo. A chegada súbita do rapaz surpreende positivamente Lola, que está se sentindo solitária em sua residência. Afinal, ele foi viver no Rio de Janeiro, Júlio (Antonio Calloni) e Carlos (Danilo Mesquita) morreram, Alfredo (Nicolas Prattes) teve de fugir do Brasil após cometer um crime e Isabel (Giullia Buscacio) foi morar com Felício (Paulo Rocha).

O choque de Lola

Sem perder tempo, Julinho chama Lola para uma conversa séria e abre o jogo. Diz à mãe que não faz nenhum sentido ela continuar vivendo numa casa tão grande se há apenas ela morando ali. Assim, a questiona se não seria melhor vender o imóvel. A mulher fica chocada com as palavras do filho. Afinal, a residência foi o lar da família e proporciona uma série de lembranças.

0

Contudo, Julinho é objetivo e faz uma proposta: quer que a mãe venda a casa e lhe dê o dinheiro para que ele possa se tornar sócio de Assad na loja de tecidos. Afinal, trata-se de um excelente negócio, pois certamente o investimento seria recuperado por conta do sucesso do negócio. É exatamente a mesma história que envolvia Júlio. Lola fica pensativa e pede um tempo ao filho. Então, sem saber o que fazer, ela desabafa com Clotilde (Simone Spoladore).

As cenas de Éramos Seis estão previstas para serem exibidas nesta quarta-feira (18/03).

Últimas notícias