Éramos Seis: saiba como será o final do casal Almeida e Clotilde

Após um longo sofrimento, casal se une e se casa no Uruguai no desfecho da novela das seis

atualizado 13/03/2020 17:53

Almeida e Clotilde na novela Éramos Seis, da TV GloboReprodução/TV Globo

É um clássico da arte universal: aquele casal se apaixona à primeira vista e tudo o que deseja é vivenciar isso imediatamente e para sempre. No entanto, é impedido de viver esse amor por algum motivo – ou por várias razões – e sofre ao longo de toda a história. Isso até que, no final, tudo conspira a favor, os dois se unem e vivem felizes para sempre. Em Éramos Seis, Almeida (Ricardo Pereira) e Clotilde (Simone Spoladore) seguiram exatamente esse roteiro, e agora se preparam para se tornarem marido e mulher, em cenas que vão emocionar o público da novela.

Um amor impossível

O fato de estar se divorciando impediu que Almeida ficasse com Clotilde nas primeiras cenas da novela. Afinal, nos anos 1920 isso não só era proibido como também inconcebível. Assim, embora apaixonados, a irmã de Lola (Gloria Pires) pôs as convenções sociais em primeiro lugar e abriu mão de se envolver com o vendedor de tecidos – pais de duas crianças –, que acabou se unindo a Natália (Marcela Jacobina).

0

“Tive muito medo da reação das pessoas. Quando o Almeida decidiu ficar com a Natália e morar com os filhos, eu achei que elas pudessem não entender. Ele realmente tentou de tudo para ficar com o grande amor de sua vida. Pensei: ‘O que será que as pessoas vão achar?'”, disse Ricardo.

A virgindade de Clotilde

Anos depois, em meio a uma crise no relacionamento, o homem reencontrou Clotilde, o clima de paixão os dominou e a solteirona se entregou a seu amado, perdendo a virgindade, engravidando e, meses depois, tendo o filho do casal, Chiquinho. Algo que Almeida só descobriu tempos depois, após abandonar Natália por ter sido traído e se declarar mais uma vez para a irmã de Lola.

“Natália veio se revelar uma pessoa impaciente com esse amor e não estava verdadeiramente encantada pelo Almeida”, afirmou o ator. Juntos, como uma família, Almeida e Clotilde enfrentam o desprezo da sociedade por ele ser divorciado e ela mãe solteira.

O casamento inesperado

O amor deles, porém, será recompensado por uma saída surpreendente: advogado e namorado de Isabel (Giullia Buscacio), Felício (Paulo Rocha) apresenta uma solução para o casal. Ambos podem se tornar marido e mulher no Uruguai. Afinal, na época em que é ambientada a novela a legislação já permitia o casamento de divorciados.

“O amor vai vencer, com certeza. A Clotilde resolveu enfrentar todos os desafios da sociedade, que é contra o relacionamento dos dois, para viver feliz o seu amor, para sempre”, revela Simone Spoladore. Assim, os “pombinhos” viajarão para o país vizinho nos próximos capítulos e realizarão o tão aguardado se tornarem marido e mulher.

“Química” certeira

Almeida e Clotilde marcam a primeira parceria entre Ricardo Pereira e Simone Spoladore. E a “química” entre os dois é destacada pelo grande público, que se comoveu com as cenas dos dois personagens. “A Simone tem muita importância na construção do Almeida. Ele vive do olhar que tem para ela, e do olhar que ela tem para ele”, elogiou o ator português.

“Foi um encontro maravilhoso. A gente se olhava em cena, a emoção brotava e tudo estava perfeito. Foi uma alquimia que a gente foi criando junto”, finalizou Simone, devolvendo a admiração.

Últimas notícias