Luan Santana lembra dor com críticas à carreira: “Chorava à noite”

O cantor, que lança Morena nesta sexta (18/6), contou em coletiva virtual que venceu a insegurança e está pronto para público internacional

atualizado 18/06/2021 22:19

Reprodução

O cantor Luan Santana mostrou a sua força, nesta sexta-feira (18/6), com o lançamento do clipe de Morena. Com participação da modelo Natalía Barulích, ex-namorada do cantor Maluma, o novo hit do sul-matogrossense ultrapassou o primeiro milhão de views em poucas horas no YouTube.

A faixa será o cartão de visitas do brasileiro para o novo público que ele pretende conquistar com a carreira internacional, adiada até agora por conta da pandemia da Covid-19. Com roteiro de curta-metragem, o vídeo apresenta um Luan Santana mais maduro e “pronto para começar novos desafios”, como ressalta o cantor.

Em entrevista coletiva, o músico que soma oito álbuns em apenas 13 anos de estrada, entre gravações em estúdio e shows ao vivo, lembrou as dificuldades que teve de superar para se tornar um dos artistas mais bem-sucedidos da atualidade. Antes dos quase 4 bilhões de acessos em seus vídeos no YouTube e os 4 milhões de ouvintes mensais no Spotify, o cantor ouviu, e muito, que sua passagem seria como o Meteoro, da música que o despontou nacionalmente.

Depois, já consolidado no mercado fonográfico, Luan precisou quebrar outro estereótipo, o de ídolo teen, e se mostrou um sertanejo completo, apto para cantar dos tradicionais modões às baladas românticas. Em seguida, rompeu mais rótulos e trouxe influências latinas para sua sonoridade.

Satisfeito com os rumos que a carreira tomou, o artista confessou ter vontade de voltar no tempo para se tranquilizar sobre o futuro. “Aquele menino tinha muitas inseguranças com ele mesmo, com os próximos passos…Eu falaria para ele não se preocupar com os comentários que não fossem agregar, porque aquilo tudo ia passar e ele ia conseguir provar para as pessoas que ele seria algo duradouro, consistente. Ele não precisava chorar à noite quando deitava no travesseiro. Diria que ele podia continuar em frente, que tudo ia dar certo”, avalia Luan Santana.

Luan Santana em cena do clipe de Morena
Fortalecido

De acordo com Luan Santana, os comentários negativos que o abalavam tanto no início de seu sonho, acabaram o preparando para as críticas que possam surgir em relação à carreira internacional.

“Antes eu era um menino de 17 anos, tinha acabado de sair da escola, estava começando a entender a vida. Meteoro explodindo em todos os lugares, todo mundo só fala de você…Aquilo vai entrando em sua cabeça. Então eu tive o desafio de entender que é importante ter um lugar para você voltar, ter os pés no chão e não deixar esses comentários e críticas mudarem quem eu sou, mudarem os meu sonhos”, considera.

Ciente de como a engrenagem do show business funciona, Luan promete não se deixar abater por quaisquer desafios que surjam no exterior. “Hoje eu sei quem eu sou. Sou mais seguro, sei que tenho talento, que não desafino. Vou saber lidar melhor que antes”, conclui.

Últimas notícias