Sucesso de público, filme Bacurau tem sessões lotadas no Cine Brasília

Longas filas marcam exibições do longa de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles no único cinema público da capital federal

atualizado 12/09/2019 18:04

Victor Jucá/Divulgação

Filme pernambucano alçado à categoria de um dos grandes acontecimentos culturais do ano no Brasil, Bacurau tem sido fenômeno no Cine Brasília, único cinema público do Distrito Federal. Com filas enormes e sessões lotadas, o longa, vencedor do prêmio do júri no Festival de Cannes 2019, contabiliza 4.360 ingressos comercializados até esta quarta (11/09/2019).

A sala tem capacidade para receber 607 pessoas e exibe produções alternativas a preços populares – R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia-entrada), à venda somente em dinheiro.

Entrando na terceira semana em cartaz – estreou em 29/08/2019 –, o longa de Kleber Mendonça Filho (Aquarius, O Som ao Redor) ultrapassou nesta semana a barreira de 300 mil espectadores no país. Aquarius (2016), filme anterior de Mendonça Filho, levou 360 mil pessoas aos cinemas.

Memes e divulgação pesada

O burburinho em torno de Bacurau não acontece à toa. Além de equilibrar comentário social e gêneros diversos de cinema (ação, suspense, aventura e faroeste, com referências a diretores como John Carpenter e George Miller), entrando imediatamente no imaginário pop nacional, o longa tem contado com divulgação pesada em mídias diversas, sobretudo a internet.

Os diretores deram entrevista ao programa Conversa com Bial, da TV Globo, rodaram várias cidades do país participando de pré-estreias e debates ao lado de membros do elenco e da produção e são bastante ativos nas redes sociais, sobretudo Mendonça Filho, seguido por mais de 37 mil pessoas no Twitter.

Como o filme caiu nas graças de boa parte do público, a produção de memes não para na internet. Já há até perfil “oficial” dedicado a louvar cenas e personagens de Bacurau, como o guerrilheiro não-binário Lunga, vivido por Silvero Pereira.

Últimas notícias