Karim Aïnouz vem a Brasília para sessão de A Vida Invisível

Cineasta cearense visita a cidade ao lado da assistente de direção Nina Kopko para exibição seguida de debate, nesta segunda (28/10/2019)

DivulgaçãoDivulgação

atualizado 24/10/2019 11:54

Candidato do Brasil para disputar vaga no Oscar 2020, o filme A Vida Invisível terá sessão seguida de debate no Cine Brasília com o diretor Karim Aïnouz. O cineasta cearense, conhecido por Madame Satã (2002) e O Céu de Suely (2006), conversa com o público ao lado da assistente de direção Nina Kopko, nesta segunda (28/10/2019). A produção estreia nos cinemas de todo o país em 21 de novembro.

Vencedor da Um Certo Olhar (Un Certain Regard), principal mostra paralela do Festival de Cannes, o longa adapta o romance de estreia da jornalista pernambucana Martha Batalha, A Vida Invisível de Eurídice Gusmão (2015).

Nos anos 1940, a jovem Eurídice (Carol Duarte) cresceu em família tradicional, mas viu a irmã mais velha, Guida (Julia Stockler), seguir caminho próprio e fugir de casa com o namorado. Já a musicista se sente presa a um casamento infeliz com Antenor (Gregório Duvivier). Fernanda Montenegro também compõe o elenco principal.

Formado em arquitetura pela Universidade de Brasília, Aïnouz detalhou a campanha do filme para o Oscar em entrevista ao Metrópoles.

A Vida Invisível – Sessão seguida de debate
Segunda (28/10/2019), às 19h, no Cine Brasília (Entrequadra 106/107 Sul, 61 3244-1660). Ingressos: R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia). Venda somente em dinheiro, na bilheteria do cinema. A partir de quinta (24/10/2019), das 16h às 20h. Filme não recomendado para menores de 16 anos

Últimas notícias