Voluntários de templo budista promovem ação social em hospital do DF

Grupo vai distribuir mil origamis para profissionais e pacientes da rede de saúde

atualizado 05/08/2020 16:28

Arquivo pessoal

Voluntários da decoração da Quermesse do Templo Shin Budista de Brasília se uniram em prol de uma boa ação. Nesta quinta-feira (6/8), os artistas irão presentear profissionais e pacientes do Hospital de Base do Distrito Federal com mil Tsurus, pássaro feito em origami.

Como o Templo está fechado em razão da pandemia do novo coronavírus, os voluntários decidiram desejar saúde e paz por meio das dobraduras. Nesta data celebra-se o dia da paz no Japão. Foi quando, em 1945, a bomba atômica explodiu em Hiroshima.

O Tsuru é uma ave sagrada para os japoneses. É o símbolo da saúde, da boa sorte, felicidade, longevidade e da fortuna. De acordo com a lenda japonesa, se a pessoa fizer 1.000 tsurus, usando a técnica do origami – arte secular de dobrar o papel, com o pensamento voltado para um desejo – ele poderá se realizar.

Ludmila de Melo Magalhães, uma das idealizadoras da boa ação, contou ao Metrópoles que não é a primeira vez que isso acontece.

“Na primeira fase da pandemia, eu dobrei sozinha 1.000 tsurus nessa intenção de saúde e doei no Hran. Foi no domingo da Páscoa”, revela.

Na nova oportunidade, os mil origamis doados ao Hospital de Base foram confeccionados pelo grupo Bem Dobrado, grupo com os voluntários da decoração da Quermesse em 2109.

Os projetos produzidos por Ludmila e pelo grupo podem ser acompanhados através dos perfis no Instagram @lutsuru e @bemdobradodf.

Confira alguns dos trabalhos:

0

Últimas notícias