Covid-19: após alta, paciente agradece a profissionais com carta e bombons

Fausto Oliveira da Silva, 35, ficou 17 dias internado no Hospital Regional de Santa Maria e venceu a doença

atualizado 15/07/2020 11:42

eu venci a covid fausto oliveiraDavidyson Damasceno/IGESDF

“Eu venci a Covid-19”. Essa é a mensagem colocada na placa de Fausto Oliveira da Silva quando ele deixou do Hospital Regional de Santa Maria (HRSM). O homem de 35 anos lutou contra o vírus por 17 dias antes de ser considerado curado.

Silva fez questão de agradecer também aos seus cuidadores. Acompanhada de bombons, ele deixou uma carta manuscrita para os profissionais da saúde do hospital, reconhecendo por “todo cuidado e carinho” com os quais atendem todos os pacientes no local.

0

Como tudo começou

O drama de Fausto Oliveira da Silva começou quando o termômetro indicou temperatura corporal de 39ºC. “Fui para a UPA do Núcleo Bandeirante, transferido para o Hospital Regional da Asa Norte e, em razão da minha saturação muito baixa, o médico informou que eu precisaria ser entubado. Então, fui encaminhado para o Hospital de Santa Maria”, contou.

Enquanto estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), ele também recebeu homenagem de familiares e amigos. As mensagens foram entregues através dos tablets, única forma que pacientes do novo coronavírus podem se comunicar com os entes queridos.

 

Últimas notícias