Veja as alterações no trânsito durante as obras na Rodoviária

Circulação de ônibus e caminhões passa a ser proibido sobre a plataforma superior da Rodoviária do Plano Piloto

Julia Bandeira/MetrópolesJulia Bandeira/Metrópoles

atualizado 27/06/2019 11:19

A partir desta quinta-feira (27/06/2019), o trânsito de ônibus e caminhões passa a ser proibido sobre a plataforma superior da Rodoviária do Plano Piloto. Conforme o Metrópoles revelou nessa quarta-feira (26/06/2019), a medida de segurança foi tomada pelo Governo do Distrito Federal (GDF) durante as obras de recuperação das vigas de sustentação do terminal, por onde passam 700 mil pessoas diariamente.

Já o tráfego de carros e motocicletas será permitido apenas na pista que liga o Eixo L Sul ao Eixo L Norte. Motoristas que seguem da Asa Sul para a Asa Norte poderão seguir na mesma via, porém com apenas duas faixas de acesso liberadas. Já a terceira será revertida para atender o fluxo dos condutores que seguem em sentido contrário, da Asa Norte para a Asa Sul.

Com previsão de duração das obras para três meses – e início previsto em até 15 dias –, nenhum veículo poderá atravessar a via que liga o Shopping Conjunto Nacional ao Conic, no sentido Norte-Sul. O trânsito será totalmente interrompido e só será permitida a passagem de pedestres e ciclistas. Os estacionamentos da parte superior da rodoviária também serão temporariamente interditados.

 

Mudanças

Viaturas do Departamento de Trânsito (Detran) serão posicionadas próximas aos trechos de interdição para dar suporte e orientação aos motoristas que passarem pelo local. Painéis luminosos informando os condutores também serão instalados.

Para atender os usuários de ônibus que desciam na pista da plataforma superior entre o Conjunto Nacional e o Conic, uma parada provisória será instalada no paredão que fica ao lado do Buraco do Tatu. No sentido contrário, um novo ponto de embarque e desembarque de passageiros será estudado até esta quinta-feira (27) para atender ônibus que acessavam a plataforma na via, sentido Sul-Norte.

No trecho de circulação provisória, os ônibus e caminhões que vierem pelo Eixo W Norte deverão entrar no acesso ao Eixão Norte, contornar a rodoviária pela alça oeste, retomar o acesso ao Eixão Sul (lateral ao Buraco do Tatu) e, enfim, prosseguir no Eixo W Sul. No sentido contrário, a circulação de caminhões será semelhante: entram no último acesso do Eixo L Sul ao Eixão Sul, contornam a rodoviária pela alça leste, retomam o fluxo na lateral do Eixão Norte e prosseguem pelo Eixo L Norte. O tráfego de caminhões pelo Eixão, tanto Norte quanto Sul, fica proibido.

A licitação para a reconstrução do terminal já está na rua e a previsão é de que a área seja liberada em até 90 dias. A saída norte/sul será totalmente interditada. Já na saída sul/norte, veículos pesados ficam impedidos de circular.

O risco de desabamento iminente, apontado pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), não nos deixa alternativa. Vamos fazer todo o esforço para que os transtornos sejam os menores possíveis e a reabertura ocorra rapidamente”, afirmou Ibaneis ao Metrópoles.

Com informações da Agência Brasília

Últimas notícias