*
 

O desabamento de um viaduto no Eixão Sul, próximo à Galeria dos Estados, nesta terça-feira (6/2), causou fortes impactos no trânsito da capital. O tráfego na região foi completamente interrompido e não há previsão de reabertura da via. Diante da situação, os motoristas devem procurar vias alternativas para fugir do trânsito pesado.

Segundo o Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF), os condutores podem utilizar os Eixinhos L e W como opção ao Eixão Sul. No sentido Norte, o eixo L está liberado com sinal intermitente, apesar de ainda ter pequena retenção no local.

Por isso, o órgão orienta os motoristas a priorizarem outras vias, como a L2 Sul, a L4 Sul e a W3 Sul, que são alternativas melhores por apresentarem menor fluxo de veículos.

Ainda não há previsão de quando o trecho será recuperado. Segundo o presidente do DER-DF, Henrique Ludovice, será montada uma força-tarefa junto com a Novacap e a Secretaria de Infraestrutura para restaurar a área.

“Primeiramente, no escoramento do viaduto, análise da estrutura, para que possamos oferecer à população a solução mais adequada e mais correta, sob o ponto de vista da intervenção necessária neste viaduto”, disse após o incidente.

Metrô
O desabamento ocorreu próximo à Galeria dos Estados, onde há uma estação de metrô. No entanto, segundo a companhia que opera os trens, o movimento no local é normal e o incidente não causou impacto no funcionamento do sistema.