*
 

O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) esteve no local do desabamento do viaduto, no Eixão Sul, nesta terça-feira (6/2). Ele admitiu que a construção não recebeu qualquer tipo de reparo nos últimos anos e foi vaiado. “Brasília é uma cidade que está envelhecendo. Fizemos manutenção e reforço de estrutura em vários locais, mas esse ainda não tinha recebido o serviço”, explicou.

Rollemberg diz ter recebido a notícia com muita tristeza e apreensão. “Nossa preocupação era com vítimas, mas o Corpo de Bombeiros disse que não há. Agora, vamos avaliar para saber como fazer a recuperação da área o mais rápido possível”, completou.

Segundo o governador, todos os órgãos do governo que podem ajudar do ponto de vista técnico foram acionados: Defesa Civil, Novacap e Corpo de Bombeiros.

 

O viaduto desabou na altura da Galeria dos Estados. Dezenas de carros tiveram de retornar no meio da via, que acabou interditada. Duas faixas do asfalto cederam. As imagens mostram carros esmagados. Mesas de um restaurante também foram destruídas. Ainda não há informações sobre feridos. Cães farejadores estão no local em busca de vítimas.

Henrique Ludovice, diretor do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF), explicou que será feito o escoramento do viaduto. Não há, ainda, previsão de quanto tempo o local ficará interditado.

 

 

COMENTE

rollembergEixão Suldesabamentoviadutodesabamento eixão sul
comunicar erro à redação

Leia mais: Distrito