Aprenda a reconhecer sinais de que você está bebendo pouca água

Especialista explica que o corpo avisa quando o consumo de água está aquém do necessário para o bom funcionamento do organismo

atualizado 01/09/2021 15:43

RunPhoto, Getty Images

A água é um dos mais importantes alimentos para o organismo. É ela quem leva o oxigênio e os nutrientes às células e faz com que o corpo se livre de substâncias tóxicas.

Na época da seca, a impressão que temos é a de sede eterna. No entanto, quando o consumo de água está abaixo do necessário, o corpo dá outros sinais de que precisa de hidratação. Você sabe reconhecê-los?

A diretora da Clínica de Doenças Renais de Brasília e membro titular da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), Maria Letícia Cascelli, listou cinco deles. Confira:

  1. A quantidade de água ideal é aquela responsável pela eliminação de dois litros de urina em 24 horas, o que significa a ingestão de 30 – 35 mL de líquidos por cada quilo de peso corporal. Ou  seja, se você pesa 70 quilos deve tomar cerca de 2,5 litros de água. Se a sua urina não estiver com coloração clara, significa que você está bebendo pouca água;
  2. Outro indício de falta de água nas células é o ressecamento da boca e da pele;
  3. Tonturas também podem ser um indicativo de que você precisa beber mais água. Quando a ingestão de água é baixa, a pressão arterial pode subir e desencadear a sensação de tontura por causa da contração dos vasos do cérebro;
  4.  Cansaço é outro sintoma que pode estar relacionado à desidratação. Quando não bebemos água o suficiente, as células “reclamam” de diferentes maneiras. As sensações de cansaço e irritabilidade acontecem quando proteínas  necessárias ao funcionamento adequado do sistema nervoso não estão sendo hidrolisadas (quebradas pela água);
  5. Dor de cabeça também pode ser causada pela falta de água circulando no corpo. Quando o líquido está em níveis baixos, o organismo precisa fazer mais força para que o sangue flua para todos os órgãos. Sem o fluxo costumeiro de água e nutrientes, a cabeça pode ser uma das afetadas.

A nefrologista acrescenta que a desidratação é um quadro muito comum, mas nem por isso deve ser minimizada. A falta de água no organismo pode ocasionar cálculos renais e propiciar o surgimento de infecções urinárias.  Em casos mais graves, o problema pode evoluir para um déficit agudo renal.

Não gosta de beber água? Veja o que fazer:

Para aumentar o seu consumo de água, uma orientação importante é andar sempre com uma garrafinha ou um copo de água próximo a você. O expediente fará com que você “se lembre” de beber água;

Usar a tecnologia a seu favor também é uma boa ideia. Atualmente existem diversos aplicativos disponíveis em celulares com lembretes para beber água;

Águas saborizadas são um incentivo para quem não gosta da falta de sabor da água. É possível torná-la mais refrescante adicionando frutas cítricas (como laranja e limão) e ervas (hortelã e alecrim).

Mais lidas
Últimas notícias