Ibaneis recebe presidente da CLDF de olho no orçamento do GDF de 2019

O emedebista se encontrou com Joe Valle para saber se é possível fazer alterações na proposta, caso seja eleito, antes de tomar posse

atualizado 19/10/2018 17:08

Renato Alves/Divulgação

Sem agenda oficial de campanha nesta sexta-feira (19/10), o candidato ao Palácio do Buriti Ibaneis Rocha (MDB) recebeu visita do presidente da Câmara Legislativa, Joe Valle (PDT). Durante a conversa, o emedebista tirou dúvidas sobre o funcionamento da Casa e quis saber se é possível fazer alterações no orçamento de 2019, caso seja eleito, antes de tomar posse. 

O orçamento previsto para o ano que vem, segundo projeto (PLOA) enviado à CLDF em setembro pelo Palácio do Buriti, é de R$ 42 bilhões. No total, R$ 27,8 bilhões serão usados para folha de pessoal. Outros R$ 8 bilhões serão investidos em segurança pública , R$ 3,3 bilhões em saúde e R$ 2,9 bilhões em educação (R$ 2,9 bilhões).

Durante a conversa, o emedebista perguntou sobre como estava o clima política no Legislativo local e se mostrou muito interessado nas regras sobre como apresentar projetos. “Diferentemente do que as pessoas dizem, ele não pareceu arrogante, mas interessado em manter um diálogo com a Casa”, disse Joe Valle, que não apoia nem Ibaneis nem Rodrigo Rollemberg (PSB) no segundo turno.

O encontro contou com a participação do distrital Cláudio Abrantes, do PDT, que foi reeleito e já declarou apoio a Ibaneis.

O buritizável aproveitou para contestar declarações de seu adversário, de que estaria incomodado e preocupado com o final da corrida ao GDF. Durante visita a um espaço terapêutico na Asa Norte, onde fez uma sessão da técnica japonesa Reiki, o governador disse que a maneira de agir do emedebista “indica que ele não está tão tranquilo quanto parece”. “[São] reações de desequilíbrio, arrogância e preocupação”.

“Não penso nisso. Estou concentrado em ver as pessoas, conversar com o povo e mostrar minhas propostas”, contra-atacou Ibaneis. Tanto Ibope quanto Datafolha mostram que o emedebista está numa posição confortável em relação a Rollemberg, com 75% da preferência do eleitorado, contra 25% do governador. 

Novas alianças
Ibaneis conta com apoio de 18 partidos: PP, Avante, PSL, PPL, PSD, PSDB, Podemos, Patriota, DC, PMB, PHS, PRB, PPS, PRP, PR, PTB, PSC e Solidariedade. Só nessa quinta, o buritizável abocanhou três deles: PR, PTB e PRB.

Questionado se vai fechar mais alianças esta semana, o ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Distrito Federal (OAB-DF) confirmou que nos próximos dias pode haver mais adesões. “Há partidos interessados em nossos projetos, mas ainda estamos conversando”. Ibaneis preferiu não dizer quais serão os novos aliados na corrida pelo Buriti. 

 

Últimas notícias