metropoles.com

Delegado e deputado Fernando Fernandes será administrador de Ceilândia

Com a ida do distrital para o cargo, Telma Rufino (Pros), suplente, reassume uma das 24 cadeiras da Câmara Legislativa

atualizado

Compartilhar notícia

Michael Melo/Metrópoles
WhatsApp-Image-2018-10-07-at-19.47.23-840×577 (1)
1 de 1 WhatsApp-Image-2018-10-07-at-19.47.23-840×577 (1) - Foto: Michael Melo/Metrópoles

Deputado distrital eleito com 29.420 votos, o delegado da Polícia Civil Fernando Fernandes (Pros) será o novo administrador de Ceilândia, maior região administrativa do Distrito Federal, com 489.351 habitantes. O parlamentar aceitou o convite do governador Ibaneis Rocha (MDB) nessa quarta-feira (2/1). O chefe do Executivo local confirmou a informação ao Metrópoles na manhã desta quinta (3).

Com a ida de Fernando Fernandes para a administração, a ex-deputada Telma Rufino (Pros) volta para a Câmara Legislativa como suplente. Ela foi a nomeada para o gabinete da liderança do Pros com salário bruto de R$ 15.148,75.

Telma Rufino chegou a ser diplomada, em cerimônia no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Horas depois, no entanto, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) acatou o registro partidário de Jaqueline Silva (PTB). Com menos votos, Telma perdeu a vaga para a novata.

Segundo mais votado
Delegado da Polícia Civil há 25 anos, Fernando Fernandes foi o segundo deputado distrital mais votado no DF. Tendo como reduto eleitoral o setor Sol Nascente, em Ceilândia, Fernandes fez fama combatendo a criminalidade quando chefiou a 19ª Delegacia de Polícia (P Norte). Acabou ganhando a confiança da comunidade e deslanchou na vida política.

Outro ponto que alavancou a popularidade de Fernandes foi o fato de ele ter sido conselheiro tutelar em 2013. O distrital ingressou nos quadros da PCDF como escrivão e depois passou em concurso público para a carreira de delegado.

Na corporação, ele atuou no Posto Policial do Touring, 26ª DP (Riacho Fundo), Delegacia da Criança e do Adolescente II (DCA II), 30ª DP (São Sebastião) e todas as delegacias de Taguatinga e Ceilândia.

Protagonismo
protagonismo das administrações regionais (ARs) foi uma das principais promessas de campanha do governador Ibaneis Rocha. Ele tem como meta ampliar o número de órgãos existentes. Depois de planejamento junto à equipe de transição, ficou decidido que o DF terá 34 sedes nas regiões: três a mais que as 31 existentes.

Serão criadas as administrações do Sol Nascente e Pôr do Sol, de Arniqueiras e do Arapoanga. Estuda-se, ainda, um órgão específico para o Itapoã, mas essa possibilidade será firmada ao longo do governo. A necessidade de estabelecer instituições específicas nesses lugares ocorre, segundo a equipe de Ibaneis, devido ao papel a ser desempenhado. A intenção é ter ARs com autonomia, voltadas para a realidade das cidades.

Nomes confirmados
O primeiro nome confirmado foi o do advogado Rubens Santoro Neto, novo administrador do Lago Sul. Em 31 de dezembro, o governador confirmou mais cinco nomes para as administrações da Candangolândia,  do Núcleo Bandeirante, de Santa Maria, do Guará e do Setor de Indústria e Abastecimento (SIA).

O agente aposentado da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) José Luiz Gonzalez será o responsável pela Candangolândia. O sargento da reserva da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) Adalberto Carvalho assumirá o cargo de administrador do Núcleo Bandeirante.

Os nomes de Gonzalez e Carvalho foram endossados por Hermeto (PHS), deputado distrital eleito com votação expressiva tanto no Núcleo Bandeirante quanto na Candangolândia.

O chefe da Administração Regional de Santa Maria será Miro Gomes. Candidata derrotada à Câmara Legislativa (CLDF) pelo PP, a missionária Vânia Gurgel ficará no comando da Administração Regional do Guará.  A engenheira agrônoma Luana Machado estará à frente da Administração Regional do SIA. O órgão absorverá a unidade do Setor Complementar de Indústria e Abastecimento (Scia), segundo a equipe de transição.

 

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comDistrito Federal

Você quer ficar por dentro das notícias do Distrito Federal e receber notificações em tempo real?

Notificações