*
 

O Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) divulgou, na noite deste domingo (7/10), a lista dos 24 deputados distritais eleitos para o DF. Os escolhidos pela população vão permanecer durante os próximos quatro anos na Câmara Legislativa.

Para definição dos cargos, são feitas as contas do quociente eleitoral e a divisão das cadeiras de acordo com o total obtido por cada coligação, de acordo com o TRE-DF. Por isso, nem sempre o candidato que teve maior número de votos é eleito.

Arte/Metrópoles

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Martins Machado – 29.457 votos

Cidadão Honorário de Brasília e novato em cargo eletivo, o radialista é ligado à Igreja Universal. O mote da campanha foi a “defesa da família”. Ele prometeu investimentos na defesa da juventude, esporte e educação. É conhecido pelas ações sociais em comunidades carentes.

Delegado Fernando Fernandes – 29.420 votos

Delegado da Polícia Civil há 25 anos, foi sua segunda eleição. Tirou licença em julho para a campanha. Agora, volta à delegacia do Setor P Norte até assumir o novo cargo. Seu reduto eleitoral é o Sol Nascente, em Ceilândia, Foi conselheiro tutelar em 2013.

Professor Reginaldo Veras – 27.998 votos

Nascido em Crateús (CE), Reginaldo Veras foi reeleito para segundo mandato na CLDF. Professor da rede pública há mais de 20 anos, é presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). É contrário a projetos que destinam títulos de cidadão honorário.

Rafael Prudente – 26.373 votos

Reeleito, o distrital é nascido em Brasília e casado com Pollyanna Vaz Prudente, com quem tem dois filhos, Rafael e Samuel. Formado em administração de empresas, trabalha na linha de geração de empregos e renda para o trabalhador do Distrito Federal.

Delmasso – 23.227 votos

Reeleito, o distrital filiado ao Podemos é presidente da Comissão de Fiscalização, Governança, Transparência e Controle. Mora em Brasília há 27 anos, sendo os últimos 13 no Guará. Rodrigo e a esposa são pastores na Igreja Sara Nossa Terra.

Chico Vigilante – 20.975 votos

Reeleito pela segunda vez consecutiva, chega ao quarto mandato na Câmara Legislativa, na qual já foi duas vezes presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da Casa. Também exerceu por duas vezes o cargo de deputado federal (1990-1994 e 1994-1998).

Robério Negreiros – 18.819 votos

Distrital eleito para o terceiro mandato, tem 40 anos, é casado com Flávia Negreiros e pai de três filhas. É bacharel em Direito pela UniCeub, com MBA em Gestão Pública. Na CLDF, assumiu, em 2017, o cargo de Segundo Secretário do Gabinete da Mesa Diretora.

Agaciel Maia – 17.715 votos

Economista formado pela Universidade de Brasília, o paraibano e diretor-geral do Senado Federal (cargo que ocupou por 14 anos) obteve mais uma reeleição. É o atual vice-presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal.

José Gomes – 16.537 votos

Empresário do setor de terceirização de serviços e primo do dono da empresa Real JG, é investigado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-DF) pelo crime de coação de funcionários. E já disse que não pretende abrir mão dos contratos que tem com o GDF.

Arlete Sampaio – 15.537 votos

Médica sanitarista formada pela UnB, especialista em Saúde Pública. Tem mais de 40 anos de atuação política, desde o movimento estudantil, Sindicato dos Médicos, construção do PT e da CUT. Foi vice-governadora do DF (1995-1998) e distrital por dois mandatos. Agora, volta à Casa.

Cláudio Abrantes – 14.238 votos

Paraibano, o policial civil, ator, professor e fotógrafo tem 49 anos. Encenou Jesus na Via-Sacra de Planaltina. Assumiu a CLDF como suplente em 2009 e ficou por nove meses. Foi reeleito em 2010. Em 2014 foi suplente e retornou em agosto de 2015. Foi reeleito em 2018.

Jorge Vianna – 13.070 votos

Vice-presidente do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do Distrito Federal (Sindate-DF), chegou à Câmara Legislativa em sua terceira tentativa de conseguir uma vaga. Pretende dedicar o mandato, além dos servidores, aos usuários da saúde pública do DF.

Iolando – 13.000 votos

Casado, o militar reformado tem 49 anos e chegou à Câmara Legislativa na segunda tentativa – a primeira foi em 2010, quando teve pouco mais de sete mil votos. Nesta eleição, conquistou o apoio de fiéis da Igreja Assembleia de Deus,  presidida pelo pastor Orcival Xavier.

Eduardo Pedrosa – 12.806 votos

Empresário de 28 anos, o sobrinho de Eliana Pedrosa (candidata derrotada ao GDF) é formado em Administração e iniciou sua empresa, aos 17 anos, por influência do avô, José Pedrosa. É idealizador do projeto Muda Minha Comunidade, que faz trabalhos sociais.

João Cardoso Professor Auditor – 12.654 votos

Tem 52 anos e mora em Sobradinho. Trabalhou com transporte escolar e em 1993, assumiu o cargo de Auditor Fiscal de Atividades Urbanas – Meio Ambiente do GDF. É casado com Regina Célia com quem tem oito filhos. É católico e dá palestras na igreja.

Roosevelt Vilela – 12.257 votos

Representante do Corpo de Bombeiros na Casa, Roosevelt Vilela (PSB) é um dos poucos correligionários do governador Rodrigo Rollemberg, que conseguiu uma vaga. Vilela já havia sido distrital em 2015 ao assumir o posto deixado por Joe Valle (PDT), que se licenciou do mandato.

Telma Rufino – 11.715 votos

Brasiliense e moradora de Águas Claras desde 1996, Telma Rufino , 50 anos, foi reeleita. Ex-presidente da Associação de Moradores de Arniqueira e Areal (Amaar), tem como bandeira a regularização das propriedades das famílias que vivem na região, em Águas Claras.

Hermeto – 11.552 votos

Ex-administrador da Candangolândia, o subtenente João Hermeto chega, enfim, à Câmara Legislativa. Na eleição de 2014, obteve quase 10 mil votos e ficou fora por conta do quociente eleitoral. Acabou virando suplente. Nesta eleição, aliou-se a um grupo de PMs para obter a vaga.

Fábio Félix – 10.955 votos

Primeiro gay assumido a conquistar vaga na Câmara Legislativa, o presidente regional do PSol defende uma escola onde os alunos aprendam a tolerância e o respeito à diversidade, mas sem a chamada “ideologia de gênero” como pano de fundo.

Valdelino Barcelos – 9.704 votos

Mineiro de Ituiutaba, casado, 68 anos, foi lavador de carros, manobrista,  frentista e taxista. E um dos fundadores do Sindicato dos Caminhoneiros do DF (Sindicam/DF). Defende as questões do transporte autônomo e busca apoiar projetos sociais de baixa renda.

Daniel Donizet – 9.128 votos

Casado, 36 anos, nascido no Gama, tem dois filhos e é professor de ensino médio. Sempre morou no Distrito Federal, é analista e professor de Tecnologia da Informação. Pretende atuar na luta pela educação e na defesa dos animais e da desburocratização do serviço público.

Júlia Lucy – 7.655 votos

Apoiada pelo senador José Antônio Reguffe (sem partido), é cientista política e servidora pública com atuação na Polícia Federal, Capes e Conselho Nacional de Justiça. Sua proposta se baseia em empreendedorismo, protagonismo da mulher e redução dos custos da máquina pública.

Reginaldo Sardinha – 6.738 votos

Ex-administrador regional do Cruzeiro e, também, do Sudoeste/Octogonal, tem 43 anos, nasceu em Anápolis, é casado e tem três filhos. Formado em Direito e Pós-Graduado em Direito Penal e Processo Penal, ingressou na Polícia Civil do Distrito Federal em agosto de 1999.

Leandro Grass – 6.578 votos

Professor, sociólogo e mestre em Desenvolvimento Sustentável, tema que levou para a campanha. Há 13 anos atua na educação básica e superior enquanto docente e pesquisador. Coordena o projeto Política de A-Z e é membro do Movimento AGORA!.