PMDF cria “Drive Thru Covid” para testar policiais com sintomas

Corporação tem oito casos confirmados de infecção por coronavírus, 18 suspeitos e uma morte

atualizado 14/04/2020 12:08

Rafaela Felicciano/Metrópoles

A partir desta quarta-feira (15/04), os policiais militares do Distrito Federal contarão com um atendimento diferenciado em relação ao novo coronavírus. Aqueles que apresentarem sintomas da Covid-19 poderão seguir para o estacionamento do centro médico da corporação, no Setor Policial Sul, onde passarão pelo “Drive Thru Covid”.

No local, serão feitos testes rápidos para constatar se os militares estão com a doença. A PMDF, atualmente, aponta oito casos confirmados de infecção da Covid-19, 18 suspeitos e uma morte, a do sargento Romildo Pereira, 50 anos.

Os dados foram divulgados nesta terça-feira (14/04). A corporação informou ao Metrópoles que tem prestado todo o apoio aos infectados e às famílias.

Confira a mensagem enviada pelo Departamento de Saúde e Assistência ao Pessoal da PM:

“Senhores chefes, diretores e comandantes,
Ao tempo em que os cumprimento, informo vossas senhorias que a partir do dia 15/04/2020 (quarta-feira), nos horários de 08hs às 12hs e de 13hs às 17h, em dias úteis, todo policial militar que estiver com atestado médico por suspeita de Covid-19, e que não tenha feito o teste de comprovação, o chefe, diretor ou comandante deverá apresentar o policial militar ao Centro Médico, na área de teste do Covid “Drive Thru Covid”, local devidamente identificado no estacionamento do CMed, a fim de ser submetido ao teste.”

Nessa segunda-feira (13/04), um capitão da PMDF que estava internado com coronavírus recebeu alta. Ari Celso Rocha Lima de Barros, 39, estava no Hospital Santa Lúcia Norte. O PM, que é segurança do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), estava internado desde 25 de março. Ele foi diagnosticado com Covid-19 no dia 18 do mesmo mês.

Medidas

Os policiais militares que testaram positivo para coronavírus ou que estão com suspeita da doença foram afastados do trabalho para ficar em quarentena. Para evitar a disseminação da Covid-19, a corporação instituiu o uso de máscaras e luvas de proteção aos militares.

A PMDF também acionou a Secretaria de Saúde solicitando repasses emergenciais de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e abriu procedimento para aquisição direta de álcool em gel.

Testes rápidos

A Secretaria de Saúde prioriza os profissionais de saúde e de segurança na testagem rápida que começou nesse sábado (11/04). Oito mil funcionários públicos das duas áreas vão passar pelos exames na primeira etapa.

A partir do teste rápido, será possível detectar os infectados e adotar as medidas necessárias para preservar a saúde dos servidores, de suas famílias e da população em geral, segundo a pasta.

Outras forças de segurança da cidade também têm profissionais que sofrem com o novo coronavírus.

O Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF) tem três servidores infectados. O número de casos da doença na corporação se manteve desde quinta-feira (09/04). Segundo o CBMDF, 14 bombeiros estão com suspeita da Covid-19 e 35 militares tiveram teste negativo para a doença. A Polícia Civil do DF (PCDF) tem dois profissionais com Covid-19.

Mais lidas
Últimas notícias