“O estuprador é você”: 150 mulheres protestam em frente ao STF

Ato realizado nesta sexta-feira é inspirado em manifestação ocorrida no Chile e repetida em outros países e cidades brasileiras

Material cedido ao MetrópolesMaterial cedido ao Metrópoles

atualizado 13/12/2019 22:34

Feministas protestaram em frente ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta sexta-feira (13/12/2019), contra a violência que faz de mulheres vítimas.

Segundo a organização do ato, 150 mulheres participaram.

Com vendas pretas sobre os olhos e coreografia ensaiada, elas cantaram: “Feminicídio. Homenagem aos assassinos. Desaparecimentos. Um estupro em sofrimento. E a culpa não era minha, nem de onde estava, nem o que vestia. O estuprador é você”. O protesto foi gravado e o vídeo será divulgado posteriormente.

Na manifestação, as mulheres lembraram da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco, assassinada com o motorista Anderson Gomes. “Mataram a Marielle e ganharam a capital”, entoaram.

Elas também citaram o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido): “Ô Bolsonaro, vai se f*, a mulherada não tem medo de você”.

Veja algumas imagens do protesto em Brasília:

 

O ato é inspirado em manifestação batizada de Un violador en tu camino (em português: Um estuprador em seu caminho), que ocorreu em 20 de novembro, no Chile, após denúncias de estupros cometidos por policiais durante protestos em defesa da igualdade social no país, realizados em outubro.

O coletivo Lastesis, que criou o evento no Chile, convidou mulheres de todo o mundo para replicarem a manifestação.

Performances semelhantes, segundo organizadores, ocorreram em outras cidades brasileiras, no México, na Colômbia, Espanha, Austrália, nos Estados Unidos e na França.

Últimas notícias