O governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), reinaugurou, na manhã deste domingo (21/04/19), o Parque Ecológico do Lago do Cortado, em Taguatinga. A unidade foi entregue à comunidade nas comemorações do aniversário de 59 anos de Brasília.

Acho que é a hora de todos nós [governo e população] agirmos juntos, porque não existem recursos. Sempre digo que ninguém aqui está administrando o Banco Central: nós estamos administrando uma cidade."
Ibaneis Rocha, governador do DF

O parque foi reaberto dentro do programa de compensação urbanística do GDF e custou R$ 2,5 milhões, pagos pelo Grupo Paulo Octávio pela compensação ambiental da construção do JK Shopping, também em Taguatinga, e reformado por uma força-tarefa que fez parte do programa SOS DF, do GDF.

Com relação ao cuidado com o DF, o emedebista destacou que a unidade federativa não está mais abandonada. E repetiu a promessa de resolver o problema da buraqueira na capital.

“Eu tenho dito desde o início, onde tiver um buraco nós vamos tapar. E eu fico até feliz quando denunciam para a gente chegar mais rápido. Por que como disse, no primeiro dia de governo, todos os buracos desta cidade agora têm dono. Eles são meus e vou tapar todos eles.”

Mudas
Na reinauguração do parque, Ibaneis plantou mudas de árvores ao lado da primeira-dama, Mayara Noronha. O emedebista também repetiu um bordão de campanha: “Governo é para pobre. Rico é só não atrapalhar”.

Na cerimônia do aniversário de Brasília, o emedebista aproveitou para alfinetar o antecessor, Rodrigo Rollemberg (PSB). “Nós vamos democratizar os espaços públicos com responsabilidade”, disparou. A frase faz referência à controversa abertura da orla do Lago Paranoá, na gestão anterior.

A polêmica do lago foi pela falta da implementação correta daquela ordem judicial, que vem gerando grandes prejuízos. Isso não quer dizer que você vai fechar o acesso à população. Quando você fala de responsabilidade, quer dizer que todos tenham acesso, mas que todos tenham responsabilidade de cuidar das nossas águas, áreas e parques."
Ibaneis Rocha, governador do DF

Nesse contexto, Ibaneis prometeu entregar, até o fim do governo, mais 17 parques. “Nós vamos ter 35 unidades bem cuidadas. Para que a comunidade possa acessar com segurança e tranquilidade. E que esses espaços sejam das famílias do DF”, comentou.

 

Gesto de paz
Ao falar da importância do espaço, aproveitou para fazer um afago na Câmara Legislativa. “Nenhuma das medidas importantes do governo deixou de ser aprovada em tempo recorde”, elogiou.

Apesar das palavras amistosas, o GDF encontra dificuldade para levar a plenário votações polêmicas, a exemplo da revisão do Passe Livre Estudantil. Além disso, a Casa apresentou um projeto para assumir o controle de parte do orçamento do Executivo.