Família procura Rodolfo Oliveira, PM que desapareceu em Águas Claras

O policial militar saiu de casa na noite de quarta-feira (31/07/2019) e, desde então, não deu mais notícias aos familiares

Reprodução / FacebookReprodução / Facebook

atualizado 04/08/2019 16:31

O cabo da Polícia Militar do Distrito Federal Rodolfo de Oliveira Feitoza está desaparecido desde quarta-feira (31/08/2019), segundo informou ao Metrópoles a irmã do rapaz, Rute Rodrigues. A família tem feito campanhas pelas redes sociais a fim de encontrá-lo, tendo em vista não ter pistas do paradeiro dele desde o dia do sumiço. O praça da PMDF tem 38 anos, é casado e mora em Águas Claras.

“Ele saiu de casa na quarta-feira e não deu mais notícias. Um pardal fotografou o carro dele no mesmo dia, mas não conseguimos contato desde então. Não há registros de compras no cartão de crédito e o telefone está o tempo todo desligado, o que dificulta a localização. Estamos muito preocupados”, disse Rute. A ocorrência foi registrada na 5ª Delegacia de Polícia (Área Central de Brasília).

O veículo de Rodolfo foi fotografado transitando pela EPNB, por volta das 19h de quarta-feira. “A polícia está empenhada nas buscas, mas toda informação é válida. Não sabemos mais o que fazer”, completou. Rute disse ainda que o PM faz acompanhamento psiquiátrico.

Para qualquer informação, os telefones de contato são (61) 99235.3663 / (61) 98467.6060.

 

Reprodução / Facebook
Família procura PM desaparecido em Águas Claras

Últimas notícias