DF contabiliza mais de 1,5 mil testes de Covid-19 realizados em 2 dias

Após festas de fim de ano, postos de testagem do DF registram filas de espera nesta semana. Pacientes relatam problemas para fazer os exames

atualizado 05/01/2022 17:42

Fotografia colorida de teste pcr coronavírus encalhado justiçaRafaela Felicciano/Metrópoles

Na segunda (3/1) e na terça-feira (4/1), os quatro pontos designados para ampla testagem no Distrito Federal realizaram 1.563 testes para detecção da Covid-19. Deste total, 325 exames tiveram resultado positivo.

Os quatro pontos que atendem a população independente da Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência do morador estão localizados na Rodoviária do Plano Piloto; nas UBSs 1 da Asa Sul, na 612 Sul; e 2 da Asa Norte, na 114/115 Norte; além do Aeroporto. No caso deste último, é exclusivo para testar passageiros que chegam a Brasília.

De acordo com a Secretaria de Saúde, os locais funcionam das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira, e os testes são recomendados para quem apresenta sintomas da Covid-19 ou teve contato com alguém contaminado. Os resultados saem em até 30 minutos. Diariamente, a pasta irá atualizar os números de testes feitos nesses quatro pontos e semanalmente nas demais UBSs.

“O ideal é fazer o teste no quinto dia após o contato. É o período em que você teve tempo de se infectar e apresentar o vírus na sua secreção para ser captado no exame”, explica Priscilleyne Reis, chefe do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde do DF (Cievs-DF).

Problemas na testagem

No entanto, apesar da Secretaria informar que ampliou a testagem no DF, pacientes com sintomas gripais relatam dificuldades para fazer testes da Covid-19 e da gripe H3N2 na rede pública. Na UBS 1 da Asa Sul, por exemplo, um dos quatro pontos designados para ampla testagem na capital, o serviço de testes já havia encerrado antes das 17h nessa terça-feira.

0

Após as festas de Ano-Novo, a taxa de transmissão do novo coronavírus bateu a marca de 1,12. A cada 100 infectados, outros 112 também são atingidos pela doença. O DF registrou 26 casos de coinfecção de influenza e Covid-19.

Na terça-feira (4/1), o Metrópoles visitou a UBS da Asa Sul. Às 16h, profissionais de saúde informaram que os testes haviam sido encerrados.

Na manhã de quarta-feira (5/1), às 9h30, a reportagem passou pela UBS 1 do Guará. A unidade abriu às 8h. De acordo com uma enfermeira, a unidade tinha atingido o limite de pessoas para testes.

Já na UBS 4 do Guará, situada no Lúcio Costa, às 9h40 a equipe da unidade informou que não realizaria mais testagem.

O Metrópoles questionou a Secretaria de Saúde sobre os problemas e não teve retorno até a publicação desta matéria. O espaço está aberto para eventuais manifestações futuras da pasta.

Mais lidas
Últimas notícias