Covid-19 mata mais 2 PMs do DF e total de óbitos na corporação chega a 10

Dois sargentos da reserva remunerada perderam a luta contra a Covid-19 nesta quinta-feira (13/8). Ambos estavam internados em Taguatinga

atualizado 13/08/2020 21:55

A pandemia provocada pelo novo coronavírus fez a 10ª vítima fatal na Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). Dois sargentos da reserva remunerada perderam a luta contra a doença. Ambos estavam internados no Hospital Santa Marta, em Taguatinga.

Jacob Gomes chegou a ser homenageado na página institucional da corporação. Já o terceiro-sargento José Wilton Nonato de Souza (foto em destaque) foi lembrado pelos colegas de farda como “um excelente militar”.

O sargento Jacob serviu pela última vez no 11º Batalhão de Polícia Militar (BPM), em Samambaia, enquanto José Wilton foi lotado, pela última vez, no 9º BPM, no Gama. Na quinta-feira (6/8), a PM já havia perdido o sargento Mauro Bonifácio, que também estava internado e perdeu a luta contra a doença.

Atualmente, a corporação já tem 1.046 casos confirmados. No total, 813 militares estão recuperados e 225 foram afastados para tratamento. Somente em julho, outros três integrantes da corporação perderam a batalha para a doença. São eles: os sargentos Gonzaga, Manoel Tomé e Ranulfo Roberto Batista de Araújo.

0

Mais mortes

No dia 24 de julho, o primeiro-sargento Manoel Tomé, lotado no Centro de Operações da Polícia Militar (Copom), foi a sétima vítima da doença. Por meio de nota, a corporação prestou homenagem ao policial: “A PMDF se solidariza com a família do sargento neste momento de dor e perda”.

No dia 20, morreu o segundo-sargento Gonzaga, que estava internado no Hospital Maria Auxiliadora, no Gama. O profissional da reserva também atuava no Copom.

Já no dia 18, o segundo-sargento Ranulfo Roberto Batista de Araújo também não resistiu às complicações da Covid-19.

No caso de Ranulfo, o policial deu entrada no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) em 3 de julho. Em seguida, foi transferido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Núcleo Bandeirante, onde permaneceu 11 dias na UTI. Informação preliminar aponta que a causa da morte foi Covid-19 com pneumonia bacteriana.

 

Últimas notícias