Confira as medidas adotadas pelo GDF para conter o coronavírus

Ponto facultativo, suspensão de aulas e proibição de aglomerações: combate ao coronavírus envolve servidores e população

atualizado 18/03/2020 8:19

O estudante Marcos Barbosa lê aviso em frente à Unip avisando suspensão de aulas por causa do novo coronavírusRafaela Felicciano/Metrópoles

A pandemia do coronavírus fez o Governo do Distrito Federal adotar medidas de urgência para evitar a propagação da doença. Diversos decretos foram publicados nos últimos dias. O Metrópoles fez um compilado das principais medidas. Veja quais são:

– Ponto facultativo: antecipada pela coluna Grande Angular nessa terça-feira (17/03), o governador Ibaneis Rocha (GDF) decretou ponto facultativo a partir desta quarta-feira (18/03). São três dias. A medida abrange servidores da administração pública direta e indireta do Distrito Federal. Não se aplica às áreas de saúde, segurança, vigilância sanitária, comunicação e órgãos de fiscalização do consumidor.

– Academias e centros de lazer fechados: no domingo (15/03), o GDF determinou a suspensão das atividades por 15 dias para as academias de esporte de todas as modalidades e para os museus. A Secretaria de Proteção da Ordem Urbanística (DF Legal) ficou responsável por fazer a fiscalização e pode atuar junto às forças policiais.

– Sem aula: depois de decreto na última quinta-feira (12/03), no sábado (14/03), o governo impôs a suspensão pela próxima quinzena dos eventos de qualquer natureza que exijam licença estatal, com público superior a 100 pessoas e atividades coletivas de cinema e teatro. Também ficam suspensas, pelos próximos 15 dias aulas nas escolas da capital do país.

26 casos

O número de casos confirmados de coronavírus no Distrito Federal subiu para 26 na tarde dessa terça-feira (17/03)De manhã, havia quatro casos a menos: 22. A informação foi confirmada pelo governador Ibaneis Rocha (MDB).

Na segunda-feira (16/03), havia 19 pacientes com Covid-19 na capital do país. Entre os infectados, está a moradora do Lago Sul – primeiro caso positivo no DF –, que segue internada em estado grave no Hospital Regional da Asa Norte (Hran).

Últimas notícias