Coronavírus: após decreto, cinemas não poderão funcionar no DF

Governador Ibaneis Rocha (MDB) determinou a suspensão de sessões e de peças teatrais por 15 dias, a partir deste sábado (14/03)

atualizado 14/03/2020 15:35

Novo decreto do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), para conter a disseminação do coronavírus determinou, além da antecipação das férias escolares, o fechamento temporário de salas de cinema e teatros em Brasília. A medida tem vigência de 15 dias, contados a partir deste sábado (14/03).

Na prática, o documento amplia medidas profiláticas que já vinham sendo tomadas pelo governo, como a suspensão de grandes aglomerações, missas, eventos esportivos, shows e de aulas, inicialmente por cinco dias.

Agora, com o novo decreto, ficam expressamente proibidos eventos que exijam licença estatal e tenham público superior a 100 pessoas.

No caso de bares e restaurantes, o governador determinou que eles observem a distância mínima de dois metros entre as mesas – caso seja um evento aberto, recomenda-se que os presentes mantenham distância de um metro. Eventos esportivos só poderão ocorrer com portões fechados.

Também foram atingidas atividades educacionais em todas as escolas, universidades e faculdades, das redes pública e privada, a contar a partir da próxima segunda-feira (16/03). Neste caso, fica a critério da unidade de ensino escolher entre suspender as aulas ou antecipar as férias escolares.

Até agora, são oito casos confirmados da doença Covid-19, causada pelo coronavírus, do Distrito Federal. Todos os pacientes viajaram para o exterior.

Decreto contenção coronavírus GDF.PDF by Bruna Aidar on Scribd

Últimas notícias