Albergue inaugurado por Agnelo só no papel vai virar escola pública

Espaço está desativado e é alvo de críticas de moradores da região. Governo vai investir R$ 2 milhões na reformulação

atualizado 07/10/2020 10:14

Albergue de PlanaltinaMaterial cedido ao Metrópoles

Após muita polêmica e reclamações da população, o Governo do Distrito Federal (GDF) decidiu transformar o albergue desativado de Planaltina em um centro educacional. Projetado para atender até 500 pessoas, entre moradores de rua e população carente, em seus 10 galpões, o lugar jamais entrou em atividade.

Segundo o deputado distrital Cláudio Abrantes (PDT), líder do governo na Câmara Legislativa do DF (CLDF), o governador Ibaneis Rocha (MDB) vai investir R$ 2 milhões na reformulação do espaço.

 

“O antigo albergue será transformado em uma escola classe, em um centro de educação infantil e também em uma escola de qualificação em panificação”, detalhou Abrantes.

De acordo com o distrital, inicialmente, mais de mil estudantes terão acesso ao ensino público no novo complexo educativo.

Veja fotos do albergue hoje: 

0
O albergue

O projeto do albergue nasceu na Secretaria de Desenvolvimento Social, na gestão do ex-governador Agnelo Queiroz (PT). Às margens da DF-345, em Mestre D’Armas (Planaltina), o lugar tem área total de 14 mil metros quadrados.

A Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) foi a responsável pelo projeto, licitação, contratação da construtora e acompanhamento das obras.

O processo para a construção teve início em 2009. Em 2012, no dia 27 de janeiro, o terreno foi cedido à pasta de Desenvolvimento Social.

Segundo o Diário Oficial do DF (DODF) de 4 de dezembro de 2012, a construção custaria aproximadamente R$ 1.195.000,00. A obra foi concluída em 2014, mas sem pessoal, mobiliário e com o governo devendo parte do pagamento à construtora: faltavam cerca de R$ 800 mil.

Em 2015, a gestão do novo equipamento público passou para a Secretaria de Educação. Mas nada foi feito com o espaço durante a administração do ex-governador Rodrigo Rollemberg (PSB).

O albergue nunca entrou em atividade. A vizinhança não aceitava viver ao lado de um local destinado a moradores de rua e pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Nova inauguração em 2021

Segundo a Secretaria de Educação, o projeto de transformação do lugar em um centro educacional ainda está em fase de elaboração. Mas a nova inauguração está prevista para 2021, conforme informou a pasta.

Últimas notícias