Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Justiça proíbe ex de citar nome de presidente da Universal Music

Segundo a decisão da Justiça, a medida visa preservar a identidade, intimidade e vida privada do presidente da Universal Music

atualizado 11/08/2021 14:00

Reprodução

Após pedido de Paulo Lima, a Justiça determinou que sua ex-mulher, a escritora Helena Lahis, não pode citar seu nome nem seu cargo como presidente da Universal Music ao falar publicamente, em redes sociais ou entrevistas, sobre sua internação involuntária na clínica psiquiátrica Espaço CLIF, no Rio de Janeiro.

Helena pode se referir a Paulo apenas como “meu ex-marido”.

Segundo a decisão da Justiça, a medida visa preservar a identidade, intimidade e vida privada do presidente da Universal Music. Além disso, ao contar sua história, Helena deve deixar claro que se trata apenas de sua versão para o ocorrido e que a questão está sendo discutida judicialmente.

Mais lidas
Últimas notícias