Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Bailarina do Faustão, Paula Santos quer vitória na Dança dos Famosos 2020

"O próximo objetivo mesmo é ser campeã", revela a dançarina, em entrevista à coluna

atualizado 02/10/2020 18:40

Reprodução

De Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro, Paula Santos dança desde pequena. Já participou de competições e, aos 14 anos, tornou professora e coreógrafa de jazz nas principais escolas de dança de sua região. Atualmente, aos 25 anos, integra o balé mais famoso do país, no Domingão do Faustão, e é uma das coreógrafas do quadro Dança dos Famosos em 2020.

“Entrar para o balé do Faustão não é tão fácil quanto as pessoas imaginam. Se manter no balé é mais difícil ainda. Pensa comigo, se manter em evidência no meio de 40 mulheres incríveis, lindas, elegantes e saradas… É de longe uma das tarefas mais complicadas que já passei”, conta Paula em conversa com a Coluna Leo Dias.

0

Em toda a sua dedicação à arte, Paula passou pela companhia de danças urbanas de onde saíram coreógrafos de estrelas do funk e pop, como Lexa e Ludmilla. Com apenas 17 anos, ela montava a sua própria academia, o CAPS (Centro Artístico Paula Santos), acompanhada de seu irmão Paulo Santos. “Foi a realização de um sonho de criança. Meu irmão e eu sempre fomos muito talentosos em nossas áreas, a luta e a dança, então resolvemos criar um espaço juntos”, lembra, contando que o lugar já teve mais de 300 alunos matriculados.

Além disso, Paula carrega um vasto currículo de apresentações, como o clipe de Ginga, da cantora Iza, Chacrinha (O Musical), o seriado Mister Brau e muitas outras. Como quem ama o que faz, os planos de Paula envolvem continuar trabalhando com arte, inclusive atuação. “Talvez atuar em algum filme ou novela. Sonhar grande e pequeno dá o mesmo trabalho e eu amo trabalhar com televisão”.

Planos para o futuro

A dançarina conta também que, apesar de desejar coreografar grandes trabalhos por aqui, tem planos de buscar espaço internacionalmente e viver fora do país. “O próximo objetivo mesmo é ser campeã do Dança dos Famosos”, revela. Até hoje, em 16 temporadas do programa, apenas 3 negros conquistaram o primeiro lugar no pódio, sendo eles o ator Robson Caetano em 2006, Marcelo Melo Jr. em 2014 e a bailarina Carol Agnelo em 2016. De acordo com Paula, seu objetivo é conquistar a vitória e aumentar a lista, trazendo representatividade.

“O fato de mais negros na televisão ganhando visibilidade não é uma forma de combater o preconceito, é apenas o que deve ser feito. Não temos nenhuma diferença. Sou tão capaz de estar lá quanto qualquer outra pessoa, independentemente de raça, cor, gênero ou religião”, diz ela, que completa: “Acredito sim posso influenciar mais pessoas a estarem lá, pessoas que se espelham ou se conectam com a minha história de vida. Vim de um lugar improvável, mas hoje estou na maior competição de dança da televisão, me orgulho disso!”

Paula sabe que sairá uma bailarina ainda mais completa após o Dança dos Famosos. “Tem agregado positivamente em muitos aspectos na minha vida, principalmente em questão da disciplina, planejamento, criatividade, profissionalismo e superação”.

Últimas notícias