Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Aliados dizem que Marina decidiu quem apoiará ao Palácio do Planalto

Interlocutores da ex-ministra do Meio Ambiente afirmam que ela revelará em breve sua decisão

atualizado 14/06/2022 14:33

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Aliados da ex-ministra Marina Silva (Rede-SP) dizem que ela já tomou uma decisão sobre seu apoio na eleição presidencial deste ano.

Além disso afirmam que ela deve anunciar em breve sua posição sobre o palanque em que estará. Mas ressaltam que apenas a ex-ministra pode falar sobre seu futuro.

Presidente, governador e senador: veja quem são os pré-candidatos nas Eleições 2022

O apoio de Marina, que chegou a conquistar 22 milhões de votos na disputa pelo Palácio do Planalto em 2014, é cobiçado pelos dois principais candidatos de esquerda deste ano: Lula (PT) e Ciro Gomes (PDT).

O petista declarou publicamente que gostaria de ter Marina Silva ao seu lado, durante evento em que a Rede Sustentabilidade declarou apoio à candidatura de Lula à Presidência, no final de abril.

Interlocutores de Lula e Marina afirmaram à coluna que há “boa vontade” dos dois lados em iniciar uma interlocução. Mas que a iniciativa terá de partir de Lula para que a conversa aconteça.

No PT, Marina é cotada como candidata à vice na chapa de Fernando Haddad ao governo de São Paulo.

Já Ciro Gomes, que conta com apoio público da ex-senadora Heloísa Helena, um dos principais nomes da Rede, já disse que Marina poderia até mesmo figurar como vice em sua chapa ao Palácio do Planalto.

Mais lidas
Últimas notícias