Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Naomi Matsui

Secretário de Guedes reclama de jabutis de relator na MP da Crise Hídrica

Equipe econômica está irritada com propostas de deputado que encareceriam conta de luz

atualizado 05/10/2021 20:48

Diogo Mac CordPablo Valadares/Câmara dos Deputados

Diogo Mac Cord, secretário de Desestatização do Ministério da Economia, mostrou nesta terça-feira (5/10) que a equipe econômica está irritada com os jabutis da medida provisória da Crise Hídrica. Mac Cord afirmou a parlamentares que os acréscimos feitos pelo relator do texto, deputado Adolfo Viana, do PSDB da Bahia, vão encarecer a conta de luz no país.

Segundo deputados, Mac Cord chamou de “papo furado” e “narrativa maluca” a versão de que os jabutis não aumentarão o preço da conta de luz. O secretário de Paulo Guedes participou de uma reunião com deputados da Frente Parlamentar de Livre Mercado.

A Associação dos Grandes Consumidores Industriais de Energia (Abrace) estima que os jabutis do relatório de Adolfo Viana tragam um impacto de R$ 46,5 bilhões nos custos do setor elétrico — R$ 33 bilhões apenas por meio do financiamento de gasodutos no país.

Na última segunda-feira (4/10), a Câmara adiou a votação da medida provisória. O texto pode voltar à pauta de votação a partir desta quarta-feira (6/10).

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna