Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Naomi Matsui

Reunião de Mario Frias com extremista não teve conteúdo registrado

Secretaria da Cultura afirma não ter feito ata sobre encontro

atualizado 31/07/2021 12:39

Reprodução

A Secretaria da Cultura não fez qualquer registro sobre o que foi conversado entre Mário Frias e a deputada da extrema-direita alemã Beatrix von Storch, neta de um ministro de Adolf Hitler, na reunião entre eles em 22 de julho.

A reunião consta na agenda oficial do secretário sob a justificativa de discutir a liberdade de expressão nas empresas big techs, como são chamadas as grandes empresas de tecnologia. Segundo a secretaria, no entanto, não foram produzidas atas ou outros registros sobre o que foi debatido no encontro.

O órgão também diz que não ter registros sobre o pedido de reunião porque von Storch acompanhou o deputado estadual Gil Diniz e que este solicitou o encontro diretamente por telefone.

As informações foram repassadas à coluna por meio da Lei de Acesso à Informação.

Von Storch já foi investigada por incitar o ódio contra mulçumanos e ficou conhecida por defender políticas xenofóbicas e anti-imigração.

 

 

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna