metropoles.com

PT suspende articulação sobre CPI contra Moro para aguardar TCU

Paulo Teixeira, do PT, diz que aguardará o desfecho da ação em que o Ministério Público pediu a divulgação do salário de Moro em consultoria

atualizado

Compartilhar notícia

Igo Estrela/Metrópoles
Sergio Moro chega ao Senado pela entrada do anexo I, nesta terça-feira(23/11). O ex juiz entrou na liderança do Podemos antes da coletiva, onde vai defender Auxílio Brasil
1 de 1 Sergio Moro chega ao Senado pela entrada do anexo I, nesta terça-feira(23/11). O ex juiz entrou na liderança do Podemos antes da coletiva, onde vai defender Auxílio Brasil - Foto: Igo Estrela/Metrópoles

As articulações para criar uma CPI contra Sergio Moro foram suspensas após o Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) enviar uma cobrança para que a Alvarez & Marsal divulgue quanto pagou de salário ao ex-juiz.

O deputado Paulo Teixeira, do PT de São Paulo, disse que o objetivo principal da CPI seria revelar quanto o ex-juiz recebeu da consultoria. Se a Alvarez & Marsal encaminhar os dados ao TCU, as informações serão públicas porque o relator do caso, ministro Bruno Dantas, retirou o sigilo do processo.

“Um dado como esse tem que ser transparente, mas como o próprio TCU está dando uma resposta, eu acho que é o momento de aguardar”, afirmou Teixeira.

O TCU apura se Moro cometeu irregularidades no período de um ano em que trabalhou para a Alvarez & Marsal, em 2020 e 2021. A consultoria recebeu 78% de seus honorários de empresas que foram alvo da Lava Jato, operação que Moro comandava quando era juiz.

Dos R$ 83,5 milhões auferidos pela Alvarez em processos de recuperação judicial e falência, R$ 65,1 milhões vieram de firmas investigadas na operação. Moro alega que atuou na área de disputas e investigações da Alvarez, um braço distinto da consultoria, com outro CNPJ e sem relação com o de recuperação judicial.

0

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comGuilherme Amado

Você quer ficar por dentro da coluna Guilherme Amado e receber notificações em tempo real?

Notificações