Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

O jantar de Pezão e Castro, dois ex-vices do RJ cheios de semelhanças

À frente do Palácio Guanabara, Cláudio Castro se encontrou com Luiz Fernando Pezão nesta quinta-feira

atualizado 03/06/2022 18:48

Reprodução/Coluna Cláudio Magnavita

Governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, do PL, jantou nesta quinta-feira (2/6) com Luiz Fernando Pezão na casa do ex-governador, em Piraí, no interior do Rio de Janeiro, como informou o jornalista Cláudio Magnavita. Foi uma conversa cordial.

Atual e ex discutiram o cenário eleitoral em geral: quem vai ser o vice na chapa de Castro, a corrida ao Senado e a encruzilhada do prefeito Eduardo Paes, que apoia a o ex-presidente da OAB Felipe Santa Cruz, de seu partido, o PSD, ao Palácio Guanabara — candidatura que ainda não decolou.

Ambos também concordaram que Marcelo Freixo, do PSB, é o “candidato ideal” para ser derrotado no segundo turno, por sofrer rejeição do eleitorado conservador.

Pezão e Castro têm muito em comum. Ambos respondem a suspeitas de corrupção na Justiça (o ex-governador chegou a ser preso), eram vices que assumiram mandatos interrompidos (Pezão herdou o estado de Sérgio Cabral; Castro, de Witzel) e têm estilo mais discreto do que os governadores que sucederam.

O jantar desta quinta-feira selou o compromisso de que atual e ex seguirão juntos na campanha. Em 2022, Pezão é Castro e Castro é Pezão.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna