Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Lucas Marchesini

MP investiga diretores do Banco do Nordeste por postergar licitação

Apuração do Ministério Público do Ceará mira dois executivos do Banco do Nordeste

atualizado 24/11/2021 22:52

banco do nordesteDivulgação/Banco do Nordeste

O Ministério Público do Ceará instaurou um processo extrajudicial para apurar se dois executivos do Banco do Nordeste (BNB) estariam propositalmente postergando licitações da carteira de microcrédito da instituição financeira. Serão investigados o diretor de Licitações do BNB, Haroldo Maia Junior, e o superintendente de Licitações, Jose Valter Bento.

O programa de microcrédito do banco entrou na mira do MP depois que o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, pediu a demissão de toda a diretoria do BNB por manter um contrato com uma ONG cuja presidente era filiada ao PT, o Inec.

Na esteira do pedido de Costa Neto, Jair Bolsonaro demitiu o presidente do banco, Romildo Rolim. Na próxima semana, Bolsonaro se filiará ao PL e será colega de partido de Costa Neto.

Com isso, a carteira de microcrédito urbano do banco deixou de ser gerida pelo Inec e foi para licitação. A carteira de microcrédito rural, ainda com o Inec, deve seguir o mesmo caminho em breve.

De acordo com a notificação do MP, serão investigados “contratos, convênios e termos de parcerias firmados pelo BNB com inexigibilidade ou dispensa do processo licitatório”.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna