Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Lula faz périplo partidário, e confusões em estados ficam para depois

Lula prestigia eventos de partidos que irão compor a coligação do PT, mas sem ter um prazo para resolver pendências acumuladas nos estados

atualizado 30/04/2022 11:01

Ex-presidente Lula se encontrou com integrantes da Rede Sustentabilidade para estabelecer alianças nas eleições de 2022 Rafaela Felicciano/Metrópoles

O ex-presidente Lula decidiu participar de todos os congressos dos partidos que ratificaram apoio à sua pré-candidatura ao Planalto, mas está longe de resolver as pendências para formar palanques nos estados.

As principais divergências são ligadas ao PSB, e dirigentes do partido dizem que não esperam avanços nas discussões com o PT antes de junho.

Na segunda-feira (25/4), os petistas chegaram ao entendimento de que a coordenação da campanha terá de ser feita por Lula e pelo vice, Geraldo Alckmin. O ex-presidente disse no encontro que o restante do grupo de campanha será definido após os congressos dos aliados, em reunião com todos os dirigentes partidários.

Um interlocutor de Lula afirma que, por se tratar de uma campanha de “centro-esquerda”, os aliados que não fazem parte do campo progressista terão de ser ouvidos na elaboração das estratégias políticas e de marketing.

Lula foi a Brasília nesta quinta-feira (28/4) e participou de um evento organizado por filiados da Rede, ligados ao senador Randolfe Rodrigues, e do congresso do PSB. O ex-presidente irá neste sábado (30/4) ao ato do PSol e, na próxima terça-feira (3/5), se reúne com dirigentes do Solidariedade.

Após sucessivos atrasos, o lançamento da pré-candidatura de Lula acontecerá no dia 7 de maio, em São Paulo.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
0

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna