Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Bolsonaro quer nomear 4 e não 2 ministros do STF em caso de 2° mandato

Presidente aposta na possibilidade de, com aliados seus no comando do Senado, fazer o impeachment de outros dois ministros

atualizado 12/06/2022 0:58

Jair Bolsonaro e Luiz Fux na posse de André Mendonça no STF Reprodução

Jair Bolsonaro quer nomear quatro e não somente dois ministros num eventual segundo mandato

Além de indicar os substitutos de Ricardo Lewandowski e Rosa Weber, que se aposentam no ano que vem, Bolsonaro aposta na possibilidade de, com aliados seus no comando do Senado, fazer o impeachment de outros dois ministros.

Um deles seria Alexandre de Moraes, contra quem Bolsonaro já apresentou um pedido de impeachment. O outro poderia ser, segundo interlocutores do presidente, Luís Roberto Barroso ou Edson Fachin.

Tirar dois ministros via impeachment e indicar um total de quatro num segundo mandato daria a Bolsonaro a maioria de seis em qualquer julgamento no plenário, considerando os dois votos cativos do presidente: Kassio Nunes Marques e André Mendonça.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna