Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Ana Estela, casada com Fernando Haddad, estuda candidatura à Câmara

Direção do PT tenta convencer Ana Estela a ingressar na carreira política, mas a professora da USP tem dúvidas sobre deixar a vida acadêmica

atualizado 25/01/2022 17:33

Ana Estela HaddadDivulgação

A direção do PT quer transformar a professora Ana Estela Haddad, casada com o ex-prefeito Fernando Haddad, em uma das puxadoras de voto em São Paulo na eleição para a Câmara dos Deputados. O partido acredita que ela seria capaz de obter uma votação expressiva por sua trajetória e pelo embalo da força da campanha do marido ao governo de São Paulo.

Ana Estela ainda não deu uma resposta ao PT. Ela é professora da USP e tem obrigações acadêmicas a cumprir.

A candidatura também seria importante para acrescentar uma presença feminina na bancada do PT em São Paulo. Os oito deputados eleitos em 2018 são homens e concorrerão à reeleição.

As principais apostas do PT para São Paulo também não incluem nenhuma mulher até agora. O partido vê chances de vitória nas candidaturas do ex-ministro Luiz Marinho, dos ex-deputados Jilmar Tatto e Jean Wyllys (agora no partido), do deputado estadual José Américo, do ex-prefeito de Franco da Rocha Kiko Celeguim e do ativista Douglas Belchior.

(Atualização às 17h35 de 25 de janeiro de 2022: Em nota, a petista Roberta Luchsinger afirmou que é pré-candidata do PT à Câmara, e que o partido aposta em muitas mulheres para ampliar sua presença no Legislativo e no Executivo, a exemplo de Fernanda Curti, Rosângela Santos e Juliana Cardoso.)
0

 

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna