metropoles.com

Bilionários estão “roubando o futuro de nossos filhos”, diz príncipe William sobre viagens espaciais

Neto da rainha, William criticou Elon Musk e Jeff Bezos, os homens mais ricos do mundo, por incentivarem viagens ao espaço

atualizado

Compartilhar notícia

WPA Pool/Allen Berezovsky /Getty Images
Príncipe William e Jeff Bezos
1 de 1 Príncipe William e Jeff Bezos - Foto: WPA Pool/Allen Berezovsky /Getty Images

O príncipe William resolveu “puxar a orelha” dos dois homens mais poderosos do mundo, Elon Musk e Jeff Bezos. Enquanto o primeiro é considerado o mais rico do planeta por acumular US$ 200 milhões, o equivalente a mais de R$ 1 trilhão, o dono da Amazon ocupa a segunda posição da lista de magnatas, com US$ 197,7 milhões. O neto da rainha Elizabeth criticou a dupla bilionária por incentivar as viagens ao espaço em vez de atuar em prol de medidas para resolver a crise climática.

“Agora também tenho filhos e, falando com outros pais, você começa a ver o mundo de forma diferente”, sustentou o príncipe em entrevista ao podcast da BBC Newscast. Ele é pai de três crianças, George, Charlotte e Louis, com 8, 6 e 3 anos, respectivamente. No apelo, William afirmou que o mundo precisa “de alguns dos maiores cérebros e mentes concentrados em reparar este planeta, não tentar encontrar o próximo lugar para ir e morar”.

Segundo o duque de Cambridge, as ações egoístas dos poderosos estavam “roubando o futuro de nossos filhos”.

0

A concorrência entre os poderosos segue a todo vapor. Bezos está à frente da Blue Origin, que nessa quarta-feira (13/10) levou o ator William Shatner ao espaço. O artista interpretou o Capitão Kirk no filme Jornada nas Estrelas. Atualmente com 90 anos, ele tornou-se a pessoa mais velha a fazer o trajeto. Já Elon Musk comanda a SpaceX, empresa de exploração espacial avaliada em US$ 100 bilhões, o mesmo que R$ 547 milhões.

Enquanto Bezos e Musk disputam quem vai mais longe no espaço, o príncipe William ressaltou que usará do seu “pouco” poder de influência a fim de ajudar a mudar o mundo para as gerações futuras. “Eu quero que as coisas que eu gostei, a vida ao ar livre, a natureza e o meio ambiente. Quero que isso esteja lá para meus filhos, e não apenas meus filhos, mas os filhos de todos os outros”, salientou o duque de Cambridge.

Blue Origin
Clique depois do voo da Blue Origin

Segundo na linha de sucessão ao trono britânico, William criou o Prêmio Earthshot. A iniciativa global visa homenagear profissionais que trabalham ativamente para reparar o planeta com uma série de prêmios de 1 milhão de libras, o equivalente a mais de R$ 7 milhões. A inauguração do projeto está prevista para ocorrer neste domingo (17/10). Dentre os tópicos a serem condecorados, estão restaurar a natureza, limpar o ar e consertar o clima.

“Se não tomarmos cuidado, estaremos roubando o futuro de nossos filhos por meio do que fazemos agora. E eu acho que isso não é justo. Quero usar meu pouco de influência, perfil para destacar pessoas incríveis que fazem trabalhos incríveis e ajudarei genuinamente a resolver alguns desses problemas”, disse William na entrevista da BBC. Na conversa, o príncipe pediu que ações inteligentes sejam debatidas na Conferência de Mudanças Climática da ONU, a Cop26, a ser realizada em novembro em Glasgow, na Escócia.

Príncipe William e Kate Middleton com George. Charlotte e Louis
O duque de Cambridge com os filhos, Louis, Charlotte e Louis

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?