*
 
 

Preocupado com a paralisação de serviços públicos e privados por conta da greve dos vigilantes, o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) chamou representantes dos patrões e empregados para nova rodada de negociação. O encontro está marcado para as 18h30 desta quarta-feira (7/3), no gabinete do chefe do Executivo, no Palácio do Buriti.

Durante a tarde, os vigilantes fizeram uma marcha do Conic até a sede do GDF. Eles prometeram esperar o término da reunião nas proximidades do Buriti, onde farão nova assembleia à noite. “Esperamos que chegue ao fim o impasse”, disse o secretário de Comunicação do Sindicato dos Vigilantes, Gilmar Rodrigues.

A paralisação começou na quinta-feira (1º/3). Na sexta (2), o Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região tentou acordo entre as partes, sem sucesso. Depois disso, a Justiça trabalhista mandou os vigilantes voltarem às atividades, ordem que vem sendo descumprida.

Os vigilantes reivindicam aumento de 7% e manutenção de todas as cláusulas da convenção coletiva. O movimento desses trabalhadores suspendeu as visitas em hospitais públicos e fechou monumentos como a Torre de TV e o Estádio Nacional Mané Garrincha, além de bancos públicos e privados.



 


Greverollembergvigilantes