GDF dará um mês para órgãos regularizarem documentação de 11 estádios

De acordo com a secretária de Esporte, Celina Leão, medida sairá nos próximos dias e atende pedido da Federação de Futebol do DF

Dênio Simôes/Agência Brasília

atualizado 04/06/2020 10:52

A secretária de Esporte do Distrito Federal, Celina Leão, informou nessa quarta-feira (03/06) que um decreto a ser publicado pelo Palácio do Buriti determinará que, em 30 dias, pelo menos 11 estádios de futebol de responsabilidade do Executivo local estejam com a documentação regular.

Para isso, explica a deputada federal licenciada, o governador Ibaneis Rocha (MDB) criará um grupo de trabalho multissetorial, composto por diversos órgãos, incluindo a Secretaria de Esporte, o Corpo de Bombeiros (CBMDF), as administrações regionais e, ainda, a Defesa Civil, a fim de que a determinação seja cumprida em conjunto.

“O que a Federação de Futebol do DF nos relatou é que há uma burocracia muito grande dentro do próprio governo, o que fez com que todas essas arenas ficassem sem laudos técnicos para o funcionamento. A decisão do governador reunirá todos esses órgãos e vai facilitar e muito a liberação desses documentos”, declarou a secretária à coluna.

Documento vencidos

A reportagem apurou que apenas o Mané Garrincha (no Plano Piloto) e o Cícero Machado (na Vila Planalto), ambos com gestão privada, estão com toda a documentação em dia.

Os estádios que apresentam problemas de funcionamento são: Bezerrão (Gama), Serejão (Taguatinga, na foto em destaque), Augustinho Lima (Sobradinho), Abadião (Ceilândia), Rorizão (Samambaia), JK (Paranoá), Chapadinha (Brazlândia), Metropolitana (Núcleo Bandeirante), Ninho do Carcará (Cruzeiro), Adonir Guimarães (Planaltina) e Cave (Guará).

A maior parte das arenas está com laudos vencidos, como os de segurança, de engenharia, acessibilidade e conforto, prevenção e combate à incêndio ou ainda o de condições sanitárias.

Segundo Celina, a partir da publicação do decreto pelo Palácio do Buriti, um cronograma com as visitas técnicas será estabelecido para avaliar caso a caso.

0

Últimas notícias