Pesquisador cita bafômetro como caminho para volta do público aos estádios

Aparelho ainda será submetido à aprovação nos Estados Unidos e teria custo baixo de produção

atualizado 29/05/2020 16:53

A volta do Campeonato Alemão sem a presença de público ditou o ritmo do futuro próximo do futebol no mundo. Torneios importantes como os campeonatos Espanhol e Inglês retornarão no mês de junho e, para evitar aglomerações, também terão portões fechados. Para um pesquisador israelense, entretanto, a volta dos torcedores às arquibancadas pode passar por uma espécie de bafômetro.

Gabby Sarusi, da Universidade Ben-Gurion, de Israel, idealizou um teste rápido para detecção da Covid-19. A ideia é que o produto seja utilizado em aeroportos, empresas, mas também em praças esportivas. O aparelho consiste na detecção da presença do coronavírus por parte das ópticas e eletromagnéticas do microorganismo. Após a captação dos dados, o aparelho entra em contato com dados ligados à nuvem, dando um resultado positivo ou negativo.

O aparelho já recebeu feedback positivo do Ministério da Defesa de Israel. Daqui a um mês, ele será submetido a testes da Food and Drug Administration (FDA), espécie de Anvisa dos Estados Unidos. O custo da tecnologia é considerado baixo, cerca de R$ 60.

A utilização do aparato tem chamado a atenção de clubes e entidades esportivas pelo mundo, uma vez que pode ajudar a agilizar o retorno das torcidas às praças esportivas.

Vídeos
Últimas notícias