Preta Gil desabafa sobre morte do amigo Paulo Gustavo: “Devastador, injusto”

A cantora era uma das melhores amigas do ator que faleceu na noite desta terça (4/5) após complicações da Covid-19

atualizado 04/05/2021 22:56

Paulo-Gustavo-Preta-Gil1Reprodução/Instagram

Preta Gil usou as redes sociais para homenagear Paulo Gustavo, que faleceu na noite desta terça-feira (4/5) após quase 2 meses internado depois de contrair Covid-19. A cantora era uma das melhores amigas do ator e desabafou em um longo post ilustrado com uma foto onde aparece ao lado do humorista.

“Te amo pra sempre irmão!!! Tá doendo muito é inacreditável é devastador é injusto!!! Só penso que você cumpriu sua missão aqui na Terra transformando a vida de muita gente, foi um gênio do humor da generosidade da humanidade !!!”, escreveu a cantora.

“Tanta coisa pra te falar, agora nos prometemos cuidar dos seus, estamos aqui seus amigos prontos pra apoiar sua tão amada família @dealucia66 @thalesbretas @juamaral00, Júlio, Tia Penha meus amados Gael e Romeo todos os fãs. VOCÊ É ETERNO VAI VIVER PRA SEMPRE EM NOS !!!”, desabafou Preta.

Piora súbita

O humorista Paulo Gustavo morreu, nesta terça-feira (4/5), aos 42 anos, vítima de Covid-19. O comediante, um dos mais famosos do Brasil, lutava contra as complicações da doença causada pelo novo coronavírus há quase dois meses. Ele deixa o marido, Thales Bretas, e dois filhos, Romeu e Gael. A família ainda não divulgou informações sobre o sepultamento.

O quadro do ator e comediante se agravou repentinamente no domingo (2/5), quando houve uma piora acentuada do nível de consciência e dos sinais vitais. Ele sofreu embolia e lesões cerebrais. “Novos exames demonstraram ter havido embolia gasosa disseminada, incluindo o sistema nervoso central, em decorrência de uma fístula bronquíolo-venosa. Infelizmente, a situação clínica atual é instável e de extrema gravidade”, informou o boletim médico divulgado pela assessoria.

Paulo Gustavo foi internado no dia 13 de março em um hospital no Rio de Janeiro. Oito dias depois, o humorista precisou ser intubado. No mesmo mês, a família comunicou que o quadro clínico do ator se agravou, motivo pelo qual foi necessário o tratamento de Oxigenação por Membrana Extracorpórea (Ecmo). Os boletins médicos das semanas seguintes apontaram uma evolução no quadro de Paulo, que chegou a passar uma semana sem complicações – período em que interagiu com o marido.

0

Últimas notícias