Zambelli e Doria batem boca durante evento em São Paulo. Veja vídeo

Carla Zambelli e João Doria discutiram durante entrega de apartamentos na zona leste de São Paulo, nesta sexta-feira (28/5)

atualizado 28/05/2021 15:56

Montagem Carla Zambelli e João DoriaMontagem: Yanka Romão/Metrópoles

São Paulo – O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) bateram boca durante evento do governo paulista nesta sexta-feira (28/5).

Ao discursar enquanto ocorria a entrega de residências populares, a parlamentar bolsonarista sugeriu que o fechamento do comércio na pandemia trouxe prejuízos para o estado de São Paulo. Em sua fala, ela usou o nome do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Bolsonaro não fechou comércios. Bolsonaro não decretou lockdown. Bolsonaro não fez toque de recolher e também não destruiu empregos”, discursou no púlpito.

Na sequência, Doria interrompe Carla Zambelli e diz repetidas vezes: “Destruiu vidas”. Então, chama o presidente, seu desafeto político, de “genocida”. O governador de São Paulo foi aplaudido enquanto se manifestava, sentado em uma cadeira.

Carla diz que Doria está “sendo deselegante” e que a interrupção “é natural vindo de um governador que já mandou eu engraxar botas de militares”, e recebeu vaias.

“Digo para os senhores: eu prefiro ter que engraxar botas de militares, como meu marido, por exemplo. É militar, e engraxo com muito orgulho para ele poder ir trabalhar”, finalizou a deputada.

O governador paulista concluiu sua fala dizendo que “São Paulo é a terra da vacina, não da cloroquina”.

Nas redes sociais, Carla Zambelli repercutiu o ocorrido e disse que Doria “gritou feito louco” contra o presidente. “Nunca imaginei passar por este tipo de saia justa. Mais amor, governador.”

Doria e Zambelli participaram da entrega de 413 apartamentos do Residencial Osório A, na Vila Curuçá, e 200 do Conjunto Manuel Bueno 2, no Itaim Paulista, zona leste de São Paulo.

Últimas notícias