Vigilante da Receita Federal morre com suspeita de coronavírus

O homem começou a apresentar os sintomas na sexta-feira (03/04) e chegou a comparecer ao trabalho

atualizado 07/04/2020 18:24

Um vigilante da Delegacia de Comércio Exterior da Receita Federal (Decex), identificado como Carlos José Martins do Valle, 46 anos, morreu com suspeita do novo coronavírus, na noite do último domingo (05/04), no Rio de Janeiro. As informações são do jornal O Dia.

De acordo com a Receita Federal, o homem começou a apresentar os sintomas na sexta-feira (03/04) e chegou a comparecer ao trabalho. Cinco outros vigilantes estão afastados com suspeita do Covid-19, e outros dois servidores do órgão também apresentam sintomas.

No sábado, Carlos procurou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Irajá, bairro em que morava. “No domingo, a sua esposa nos relatou que ele havia piorado. Por conta do quadro clínico, cogitaram transferi-lo para o Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, em Acari, mas houve uma mudança e ele seria levado para o Hospital do Cérebro, na Lapa”, afirmou Flávio José Passos Coelho, superintendente regional da 7ª Região Fiscal (RJ/ES) da Receita Federal.

O vigilante morreu dentro da ambulância enquanto era transferido para o hospital na Lapa. O corpo de Carlos foi sepultado nessa segunda-feira (06/04) e ele deixa uma esposa e um filho de cinco anos.

Últimas notícias