metropoles.com

Coronavírus: chineses identificam novos sintomas da doença

Divulgado só agora, estudo feito em fevereiro mostra que parte dos pacientes apresenta problemas neurológicos durante a infecção

atualizado

Compartilhar notícia

VSRao/https://pixabay.com
avc, cérebro, saúde
1 de 1 avc, cérebro, saúde - Foto: VSRao/https://pixabay.com

Dor de cabeça, tontura, confusão mental, convulsões, sonolência, perda da coordenação muscular e até acidente vascular cerebral (AVC) estão entre os sintomas apresentados por uma parcela dos pacientes com a Covid-19 na China. A informação foi divulgada por pesquisadores do país a partir de estudo realizado com 214 infectados pelo novo coronavírus.

Segundo a sondagem, ao menos 78 dos pacientes (36,4%) relataram algum problema neurológico depois de terem sido contagiados pelo vírus. O estudo foi feito entre 16 de janeiro e 19 de fevereiro.

O vírus pode chegar ao sistema nervoso central pelo sangue ou diretamente pelo nariz, por meio do nervo olfativo. “A pessoa teria contato com o vírus pela narina e, através do nervo que leva a informação do nariz para o cérebro, ele conseguiria causar a infecção. A falta de ar, por exemplo, pode ocorrer por agressão neurológica do vírus na região do cérebro responsável por controlar os centros da respiração”, explicou o neurologista Saulo Nardy Nader, do Hospital Israelita Albert Einstein, ao jornal Folha de S. Paulo.

Nos Estados Unidos, na Itália e China, médicos relataram que pessoas com doenças neurológicas pré-existentes têm manifestado confusão mental, perda temporária da capacidade de fala, desorientação e letargia depois de infectadas pelo novo vírus.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comSaúde

Você quer ficar por dentro das notícias de saúde mais importantes e receber notificações em tempo real?