Coronavírus: Presidência recomenda que servidores evitem terno

Em um comunicado enviado pela intranet, o órgão afirma que “trajes informais são de higienização mais fácil”

Ricardo Botelho/Especial para o Metrópoles

atualizado 30/03/2020 14:42

A Presidência da República (PR) recomendou que servidores não usem “trajes formais”, como ternos, durante a pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Em um comunicado enviado pela intranet da Presidência, o órgão afirma que “trajes informais são de higienização mais fácil”.

“A PR recomenda: não use trajes formais durante a pandemia de coronavírus. Trajes informais são de higienização mais fácil. Deixe o terno em casa”, frisa o texto.

Desde o início da pandemia, diversos órgãos públicos adotaram medidas para diminuir a transmissão do vírus.

Alguns ministérios e autarquias, por exemplo, adotaram o teletrabalho para servidores do grupo de risco, como pessoas acima de 60 anos e doentes crônicos.

O Metrópoles questionou o Palácio do Planalto sobre a eficácia científica da medida e sobre como ficam as regras que exigem o traje para acesso a algumas dependência do governo.

A Presidência não havia respondido até a última atualização deste texto. O espaço continua aberto a esclarecimentos.

Em abril de 2019, o Planalto cogitou mudar as regras de vestimenta. O governo queria restringir o uso de calça jeans no prédio. A medida, contudo, foi deixada de lado após a repercussão negativa.

Últimas notícias