Vacinas serão distribuídas pelo Brasil com escoltas de PF, PRF e PMs

Nos estados, os imunizantes distribuídos pelo SUS para iniciar a vacinação na quarta-feira serão responsabilidade das polícias locais

atualizado 17/01/2021 19:17

Michael Melo/Metrópoles

Um gabinete de gestão foi criado pelas forças de segurança federais para garantir a distribuição pelo Brasil dos seis milhões de doses de Coronavac importados pelo Instituto Butantan. A Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal farão a escolta dos imunizantes até os locais de destino definidos pelo Ministério da Saúde à partir desta segunda-feira (18/1).

Uma vez que as vacinas estejam nos estados, as polícias locais ficam responsáveis pela segurança do material. O mesmo plano, divulgado neste domingo (17/1), vale para as vacinas AstraZeneca/Oxford quando elas estiverem disponíveis.

Ambas as vacinas contra o coronavírus tiveram seu registro emergencial aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) neste domingo (17/1), e deverão começar a ser aplicadas na quarta-feira (20/1) segundo o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

0

O gabinete de gestão terá representantes do Ministério da Justiça, da Secretaria de Operações Integradas, da Ministério da Saúde, da PF, da PRF e do Ministério da Defesa.

A Polícia Federal atuará na escolta das vacinas com seus grupos táticos e será a responsável pela segurança dos espaços federais de armazenamento. A Polícia Rodoviária Federal, com emprego de seus motociclistas batedores, suporte aerotático e equipes especializadas realizará a escolta das vacinas para os locais de armazenamento e de distribuição dos estados.

Últimas notícias