Militantes de esquerda protestam em Brasília contra Bolsonaro e por vacina

Ato acontece em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília. PM calcula 250 manifestantes, que pediram pressa na vacinação contra a Covid-19

atualizado 17/01/2021 18:54

contra bolsonaroIgo Estrela/Metrópoles

Cerca de 250 pessoas participam de um ato contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e pró-vacina na tarde deste domingo (17/1), na Praça dos Três Poderes, em Brasília. A estimativa é da Polícia Militar do Distrito Federal (PM-DF), que faz o policiamento da área com 15 viaturas.

O ato é organizado por partidos políticos de esquerda, como PT, PSol e PCdoB, movimentos sociais e centrais sindicais. Convocações foram feitas nas redes sociais.

Além do impeachment do presidente Bolsonaro, o ato também pede início imediato da campanha nacional de vacinação contra a Covid-19.

Veja um registro do ato:

O sociólogo Arthur Lins ficou sabendo do evento pelas redes sociais e disse que resolveu participar por conta da urgência em se posicionar contra o governo e a negligência em relação à pandemia. “É um ato contra o negacionismo e, sobretudo, contra o governo”, conta o sociólogo, que diz não ser filiado a nenhum partido político.

A maioria dos manifestantes está usando máscaras, conforme recomendações sanitárias, mas houve momentos de maior aglomeração. Veja:

0

Motoristas que passam pela região também demonstram apoio ao protesto através de buzinaços e gritos de “Fora, Bolsonaro”.

A manifestação começou às 17h e começou a ser desmobilizada por volta das 18h30, sem nenhum registro de confusão.

Neste fim de semana também foram realizados atos contra e afvor Bolsonaro em frente à sede da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Veja o encerramento do ato contra Bolsonaro no DF neste domingo:

Últimas notícias